Negócios 2 anos atrás | Redação

Justiça norte-americana toma decisão que pode afetar afeta imediamente os sites da B&H Photo, Amazon e afins

Decisão de suprema corte norte-americana pode obrigar grandes varejistas on-linea cobrar impostos sobre a venda entre diferentes estados daquele país

por Revista FHOX

Com a determinação da justiça norte-americana, o diferencial da venda on-line pode ser fortemente impactado naquele país. A notícia apareceu em destaque em sites  dos Estados Unidos e inclusive no New York Times. Os varejistas on-line terão que cobrar os impostos sobre a venda dos produtos independente a localização física do negócio. Uma mudança drástica que não ocorria desde 1992. Pois agora os estados poderão cobrar de negócios digitais sem presença física mas que vendam para consumidores da região. Na prática isso cria um embaraço fiscal que já não existia desde o começo dos anos 90.

>> B&H: um parque de diversões para fotógrafos e videomakers

De certa forma, ficará parecido com o que ocorre aqui no Brasil. Um dos negócios que certamente vai sentir o impacto da mudança na lei é a B&H Photo. A megaloja de Nova York que é conhecida no mundo todo, não cobrava impostos de clientes de outros estados. Só que agora isso mudou. Itens mais caros, tinham uma diferença grande de preço e esse era um dos diferenciais da empresa. Contudo, a decisão de aplicar ou não as taxas vai ser definida por cada estado. Difícil imaginar que não haverá adesão. Já que no Brasil a prática é antiga. O que pode ocorrer é de estados praticando diferentes níveis de imposto para tentar tornar o estado atraente ou competitivo para negócios.

Cinco estados dos EUA não vão participar da nova lei. Montana, Alasca, Oregon, Delaware e New Hampshire vão seguir isentando impostos nas vendas de produtos. Ainda assim, outros 45 estados poderão aderir imediatamente a cobrança fiscal. Profissionais brasileiros que compram da B&H por exemplo já ficam sabendo na hora quanto será o imposto cobrado. Algo que os colegas norte-americanos conhecerão em breve. Claro, não no mesmo patamar do que é cobrado aqui por conta do dólar e de outras taxas de importação. Outra gigante que será afetada é a Amazon. Trata-se do tipo de notícia que não deve ter deixado os fotógrafos e videomakers norte-americanos muito felizes.

>> CAMERACLUB: BENEFÍCIOS E DESCONTOS EM MAIS DE 2 MIL VANTAGENS EM UMA COMUNIDADE COM MAIS DE 4 MIL MEMBROS 

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.