Indústria 2 anos atrás | Redação

O momento da Kodak Alaris

Entrevista do CEO da marca indica os próximos passos e os novos desafios da empresa

por Revista FHOX
Untitled-2
Rep. Rochester Business Journal

Marc Jourlait assumiu o cargo de CEO da Kodak Alaris em janeiro passado. Em recente entrevista para o Jornal Rochester Business, o executivo falou sobre os próximos passos e do momento atual da empresa. Jourlait ocupou cargos de destaque na Apple, HP, Seagate e Bose. Ele mora em Nova York, mas deve passar duas semanas do mês em Rochester na base da Kodak Alaris na cidade. A Kodak Alaris conta ainda com outras unidades norte-americanas que ficam na Carolina do Norte, Colorado, Califórnia e Massachusetts. O artigo diz que a empresa conta com escritórios na China, França, Inglaterra, México, Alemanha e Austrália (e no Brasil também, embora não tenha sido citado na matéria).

Na entrevista Jourlait conta que está empolgado com a nova função. Ele destacou a força da lendária marca e de todo o legado disponível para trabalhar. Ele ressaltou o caminho diferenciado encontrado pela empresa e como hoje a Kodak Alaris responde ao fundo de pensão KPP (do Reino Unido) em um perfil fora do padrão. Já que boa parte das corporações estão com ações em Wall Street. Outros pontos destacados por ele:

– A forte agenda comercial e um plano de crescimento de longo prazo.

– Por ser uma empresa privada (capital fechado) não abrem os números. Mas ele garante que o momento financeiro da marca é favorável. Isso graças a reestruturação do balanço. E que a Kodak Alaris pode até considerar fusões e aquisições em algum momento.

– A renovação das linhas de crédito negociadas com os bancos. Mas que essa carta na manga nem está sendo considerada, pois segundo ele a empresa está bem de caixa.

– A venda da planta no Reino Unido que não era mais necessária ajudou na geração de caixa.

– Que as plantas de fabricação da China e Colorado estão bem.

– Jourlait destacou várias vezes o bom momento financeiro da Kodak Alaris.

– A relação com a Kodak Eastman é positiva, mas que a Kodak Alaris está em busca de uma nova fase sem ficar presa no passado.

– A clara orientação para lucro e vendas. E do acompanhamento das métricas financeiras para o crescimento sustentável da Kodak Alaris.

– Falou do papel fotográfico e da parceria com a Kodak Eastman para relançamento do filme EktaChrome. No cenário competitivo, ele citou a concorrência em três frentes sem levantar marcas. “hoje não temos um concorrente único”.

– Que o mais surpreendente é orgulho da herança da Kodak não só em Rochester, mas em todo o mundo onde a empresa atua. E que é possível trabalhar esse legado para coisas novas e de forma estimulante.

Ou como o próprio texto diz: uma marca icônica que se reinventa como empresa independente. O novo CEO deixou claro que quer ajudar a Kodak Alaris a crescer de novas maneiras.

Leia a entrevista completa no link abaixo.

Kodak Alaris CEO has a strong focus

Por que a notícia é importante? porque a Kodak Alaris fabrica papel fotográfico para o mundo todo. A marca é líder em quiosques de impressão com mais de 110 mil equipamentos espalhados nos quatro cantos do planeta. Filme fotográfico e as impressoras para eventos também fazem parte do portfólio.