Apoie a FHOX Impressa e garanta recompensas incríveis!


Com a missão de estimular a fotografia

_MIF3980
Yusuke Tsuchiya, gerente Suporte Comercial e Marketing da Fujifilm do Brasil

A chegada foi oportuna. Yusuke Tsuchiya praticamente chegou durante a Feira Fotografar para o novo cargo de gerente Suporte Comercial e Marketing da Fujifilm do Brasil. Tsuchiya curiosamente é formado em direito e tem experiência de cinco anos de atuação na Fujifilm Malásia. O executivo percorreu boa parte dos estandes da feira e teve uma percepção geral de como está e para onde vai o ramo por aqui. Na visão dele, a fotografia no papel fotográfico mostra-se promissora e deve ser puxada pelos fotógrafos sociais brasileiros. Ele assume o cargo antes ocupado por Daisuke Furube que vai gerir toda a região da América Latina, a partir dos Estados Unidos.

Tsuchiya ficou surpreso e encantado com o potencial da fotografia newborn no Brasil, uma vez que na Malásia e em toda a Ásia, o forte é casamento. Fazendo uma análise do mercado mundial, ele aposta na tendência da nova geração gostar de fotos impressas. Em sua opinião, esses jovens que nasceram cercados de tecnologia digital em que o smartphone é a única maneira que conhecem para fotografar, uma experiência com a fotografia analógica, como a Instax, é algo novo. “Os jovens adoram, acham descolado, nostálgico, é divertido para eles!”, afirma. “Eles não sabem como imprimir, mas gostam da foto impressa. Não mais a foto 10 por 15 comum, mas sim, produtos adicionais, diferentes, como colagens, fotodecoração.”

“Original Lab” A multinacional japonesa aproveitou a Fotografar para dar o pontapé inicial do grande projeto “Original Lab”, uma proposta de suporte e serviços como nunca antes foi feito no ramo. Uma valorização dos laboratórios profissionais que têm se questionado sobre a continuidade do papel fotográfico. Para essa insegurança, o executivo foi categórico ao afirmar que a Fujifilm segue investindo no desenvolvimento de papéis sofisticados, profissionais, com haletos de prata. “Apesar de entendermos a demanda e também produzirmos papel digital, acreditamos que até agora o papel com tecnologia do haleto de prata ainda é o número um para impressão de uma boa foto.”

unnamed-3
Alta diretoria da Fujifilm inaugurando primeiro Original Lab do Brasil

Tsuchiya é profundo conhecedor do mercado asiático, portanto, espera-se uma forte atuação no segmento de casamento. Mas numa primeira impressão na Fotografar, já vislumbra oportunidades nas fotografias newborn e de família que, segundo ele, deveriam estar nos labs profissionais, usando papéis fotográficos de qualidade. Para o executivo, até mesmo as viagens merecem papéis profissionais.

A ideia da plataforma “Original Lab” é aproximar os fotógrafos profissionais dos laboratórios. “Queremos fazer esta ponte por meio de nossos produtos e serviços. Nosso ponto da virada é a tecnologia de softwares. É o nosso ponto forte. Teremos muito mais do que impressão em papel. Teremos novos produtos. Outro ponto importante é que a Fujifilm basicamente tem que apoiar as demandas do consumidor, seja ele profissional ou amador.”

Evento Original Lab na Fotografar 2017
Evento Original Lab na Fotografar 2017

Questionado sobre as expectativas para o Brasil, ciente da situação atual, diz acreditar que a economia vai melhorar e espera que, para os negócios da fotografia, os usuários e consumidores gostem mais de produtos fotográficos, não somente fotografia impressa, mas produtos fotográficos em geral.

Sobre competição nesse mercado faz uma análise bem madura. “Antes competíamos com Kodak, Agfa e Konica Minolta. Os competidores eram bem delimitados. Hoje o mercado de impressão fotográfica está bastante expandido. Tecnologicamente temos que ser mais rápidos e estar sempre mudando, inovando, como nosso tema Value from Innovation.” Também deixou claro que a sua principal tarefa é ter liderança de mercado.

Saiba mais: http://conhecaooriginal.com.br/