Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!


Foto+Produto: o talento e a criatividade de Chris Bueno

Fotos: Chris Bueno Fotografia

Chris Bueno vem se destacando entre os colegas combinando o autoral e a fotografia de família de uma forma sensível e única. Chris pode ser considerada um novo talento da fotografia de família brasileira. Deve ser por essa razão que ela atrai o interesse dos colegas para suas publicações nas redes sociais. Seja pelas referências ou pelas fotos de alto nível. Chris conta nessa entrevista como começou na fotografia, suas expectativas, desafios e detalhes do produto vencedor da última turma ao vivo do Foto+Produto (próxima turma em janeiro). Confira a entrevista abaixo e não esqueça de seguir: Chris Bueno Fotografia (@chrisbueno_fotografia) • Fotos e vídeos do Instagram

 

 

FHOX – Como começou e por quê?

Chris Bueno – Eu sempre amei fotografia, mas na minha época, fotografar era para poucos. Acabei deixando de lado. E segui minha vida ainda inserida num contexto Artístico e criativo. Estudei moda, Web design. Fiz design de embalagem. Com a chegada da maternidade isso ficou para trás. Por uma necessidade da minha irmã em fotografar seu curso de bonecas, resolvemos que eu precisaria desenvolver minha fotografia. Então em janeiro de 2019 ela me pagou o curso e me emprestou sua d90.

 

FHOX – Como é  ganhar com o melhor produto? A ideia é muito bacana…

Chris Bueno – É uma sensação incrível, foi um ano de vitórias. Sempre soube da minha capacidade criativa, crio por compulsão. Quando nossas idéias ultrapassam essa fronteira entre o imaginário e o projeto, e começam a tomar forma, dá cosquinha no peito e ser premiada por isso só torna tudo ainda melhor.

FHOX – Conte mais sobre essa ideia do produto que criou para a turma?

Chris Bueno – Dentro da fotografia documental  de família, venho sentindo a falta da presença dos adolescentes. Sei que são um público difícil de ser fotografado. E que para que isso aconteça naturalmente é preciso que a decisão parta deles. E como criar esse desejo?  Com produtos desenvolvidos para eles.

Na minha concepção a fotografia deve ser vivida todos os dias, conviver com momentos marcantes ou pessoas que amamos deve ser exposto, estar ao alcance dos olhos e das mãos. E ao decidir focar nesse nicho preciso saber de sua experiência, onde estão nossos adolescentes nesse momento?Conectados. Aonde comem, escutam música, socializam, estudam, assistem filmes, ainda mais nesse momento. Circulam pelas redes sociais, de olho na mais nova trend, no mais novo design, na nova coleção. Querem ser influencers, gamers, youtubers, instagrammers.

Pensando nisso criei a linha  “Stick Me  – Cole nessa ideia” uma linha de decoração em papelaria, que pode além do público teen, se abranger a dezenas de outros nichos. E  fornecer também para outros fotógrafos.

 São post its personalizados , no tamanho tradicional  7,5X7,5cm  e big 15X15cm

Com uma variação entre fotos, cores, de acordo com as tendências e estações da moda, baseadas em suas cartelas de cores, e estampas. A cada começo de estação são adicionadas novas coleções. Seguindo a  linha do Stick Me vem a linha de pôster no estilo lambe lambe, com formato 16X9 e diagramação com formato de stories, com frases e as mesmas estampas da coleção de post its. A linha pode ser usada  como produto avulso, com fotos enviadas pelos clientes , ou retiradas das redes sociais, transformada em  Kit ensaios, decoração de quartos, escritórios, kit festas, lembrança de aniversários.

FHOX – qual o desafio de ser fotógrafa em 2020?

Chris Bueno – Me manter criativa dentro de um espaço delimitado pelo Covid, sempre com as mesmas pessoas. Expor a mim, meus familiares e meus clientes não era uma opção. Aproveitei o ano para estudar, ler, pesquisar e criar.

 

FHOX – o que espera para 2021 para o seu trabalho?

Chris Bueno – Pôr em prática tudo que 2020 me deu . Tirar meus projetos do papel. Lançar minhas parcerias. Seguir os passos do meu caminho, no tempo certo. Sem pressa, nem atropelos.

 

FHOX – como sua experiência em design e moda ajuda na fotografia?

Chris Bueno – Nessas duas áreas somos ensinados desde o início a “briefar”, pesquisar muito, buscar referências,  temos de pensar em cada detalhe, conhecer a história, saber o que já foi feito, o que pode ser revisitado, o que deu certo. Estudar tendências, nosso público alvo. . Acompanhar os outros mercados, ficar de olho no que acontece aqui, mas também no que acontece no mundo.

Pouca coisa é feita somente na intuição, criar envolve muito esforço.

FHOX – onde busca referências para se inspirar na fotografia?

Chris Bueno -Em qualquer lugar, Pintura, têxteis, brinquedos, crianças, insetos,  escultura, filmes, séries, livros, poesias, história, no cotidiano, em design, curiosidades, sentimentos, na moda, na tecnologia. O que os sentidos alcançarem. Eu me inundo de informação.

FHOX – quais foram as coisas boas desse ano? 

Chris Bueno – A melhor de todas foi entrar pro Alfabetismo, de descobrir nas mãos da Roberta Tavares o quanto a fotografia é libertadora, de quanto a arte me inspira. Ela me deu um Norte. E isso me trouxe segurança para investir nos concursos , conquistar meus primeiros prêmios, ter meus primeiros passos validados pelos meus pares. O aprendizado, estudei muito, tive encontros de alma com pessoas lindas que pintaram nesse caminho. Olhar para o começo de 2020 e onde estava a minha fotografia e me ver agora indicada a fotógrafa de família revelação do ano no Golden Lens.

FHOX – por que os fotógrafos não dão bola para a foto no papel?

Chris Bueno – Passamos por uma fase em que o digital é o centro de tudo, e vai ser cada vez mais. Mas a fotografia precisa ser tocada, tateada. Quem nunca beijou uma foto? Dormiu com ela debaixo do travesseiro, levou na carteira, colocou no mural, na porta da geladeira. Quem nunca rasgou uma foto porque nela estavam contidos todos os sentimentos nela retratados, como se assim tudo acabasse. Ter a foto no papel é ter na mãos a nossa história.

FHOX – A fotografia de família é o futuro?

Chris Bueno – Fotografia de família é. Foi. Vai ser. No final quem está sempre ali é a família e mesmo quando ela não estiver mais, sempre vamos ter a fotografia pra recordar.

FHOX – qual seu sonho para a sua carreira?

Chris Bueno – Quero viver da minha fotografia autoral. Ter exposições. Publicar um livro, pelo menos. E quando eu me for ter deixado alguma marca minha na fotografia. ( muito convencida?).

Se precisar de ajuda na formatação do seu marketing sugiro o curso online da Escola de Negócios FHOX: Marketing (é ) Básico.  Ou se preferir também pode ler o livro: Marketing Básico para Fotógrafos 

Se você precisa melhorar o seu produto então o caminho é o Foto+Produto. 

Se o desafio é formar seu preço do jeito certo então veja o ImagePrice. 

Precisando de ajuda personalizada e com orientação? Então é o R.U.M.O.