Fotocabines 4 semanas atrás | Flávio A. Priori

Lucas Lima, O Rei da Cabine: “empreender não é fácil, mas vale a pena”

Empresário atua com aluguel e venda de cabines

por Revista FHOX

Começar um novo empreendimento nunca é uma tarefa fácil. Existem inúmeras dificuldades, e não é raro ouvirmos casos de pessoas que são obrigadas a abandonar suas ideias. Lucas Lima, 30, foi uma dessas pessoas que teve um começo complicado, mas conseguiu perseverar. Hoje, há 11 anos no mercado de eventos e seis com cabines, é o proprietária de O Rei da Cabine.

Minha empresa iniciou com a locação das cabines fotográficas para eventos e, no início, foi muito difícil porque eu tinha pouco dinheiro e havia pouca informação relevante na internet. Eu buscava realmente um negócio duradouro que pudesse ter um crescimento acelerado, mas por falta de informação errei muito no início. Após a fase inicial complicada do empreendedorismo, comecei a ter resultados excelentes com a locação e vi a possibilidade de abrir a fábrica, para atender a minha demanda inicialmente e depois abrir a venda ao público”.

Divulgação
Equipe “O Rei da Cabine”

 

Hoje, de acordo com Lucas, o modelo de negócios de o Rei da Cabine não se restringe somente à venda de cabines. O objetivo é qualificar empreendedores que queiram crescer no segmento, oferecendo os produtos e suporte para utilizá-los. A empresa oferece atualmente cabines ,totem, espelho mágico e pista de dança de led.

“Temos uma linha padrão para atender os nossos clientes. A nossa missão é entregar um negócio pronto para o empreendedor faturar alto no mercado e para a cumprirmos, temos muito comprometimento em entregar o melhor e mais prático para o dia a dia de eventos. Todos os nossos produtos são testados e validados em eventos reais antes de serem lançados”, fala o empresário. Por conta disso inclusive, a empresa não trabalha com projetos personalizados. “Entregamos o que o consumidor final realmente procura”.

Reprodução / O Rei da Cabine

Passado e futuro

Ao longo do tempo, o empresário afirma que acompanhou várias pessoas se arriscando no mercado de cabines e que hoje conseguem se manter bem. “Vi empreendedores iniciarem como renda extra e outros que ‘demitiram’ seus chefes para empreender, e hoje tem o seu negócio de cabine como fonte principal de sustento”.

Ele acredita que esse crescimento do mercado se deve ao que diz ser o “papel nobre” que uma cabine possui em uma festa. “Uma cabine é capaz de gerar as lembrancinhas em foto para os convidados do contratante e ainda oferecer um entretenimento divertido para todas as idades. Justifica o investimento para a festa”.

Sobre o futuro, Lucas Lima se mostra bastante otimista com o mercado. Ele comenta que quando começou, há seis anos atrás, as pessoas mal sabiam o que era uma cabine. Hoje é difícil pensar em um festa sem uma delas. “Minha expectativa são as melhores possíveis, quem entrar nesse mercado com a mentalidade de crescimento vai colher excelentes frutos. A cabine é uma porta de entrada para o mercado bilionário de eventos”.

Dicas para empreender

Para aqueles que desejam começar a empreender pelo mundo das cabines, Lucas Lima afirma que um dos primeiros cuidados é investir em equipamentos profissionais. Em um segmento bastante concorrido, é preciso pensar a médio e longo prazo, e amadores não costumam conseguir espaço por muito tempo.

“Pense na sua cabine como um negócio, e um negócio requer metas. Tenhas metas para a quantidade de novas parcerias que você fará mensalmente, quantos contratos você vai fechar por mês, quanto você vai investir com o marketing da sua empresa mensalmente. Após criar essas metas, acompanhe-as de perto e sempre que possível as aumente, para que você nunca fique na sua zona de conforto. Empreender não é fácil, mas vale muito a pena”.

Reprodução / O Rei da Cabine

 

Lucas também comentou sobre o Cabine Photoshow 2019, evento que acontece no final de julho. “Será um evento fantástico para levar as novidades do setor para quem já empreende na área e para quem ainda vai iniciar. Além disso, colabora fortemente para profissionalizar o nicho de cabines fotográficas. Admiro muito a iniciativa da FHOX. Quem tiver a oportunidade de comparecer recomendo fortemente que o faça, será uma grande oportunidade para se desenvolver profissionalmente”.

Para finalizar, Lucas Lima deixou uma última mensagem, na qual enfatizou que o Brasil precisa de empreendedores para gerar o crescimento na economia. Reafirma: “empreender não é fácil, mas com as pessoas certas ao seu lado, é possível ir longe. Eu acredito em você e em todo o seu potencial!”.

 

Nos dias 30 e 31 de julho acontece em São Paulo o Cabine PhotoShow 2019. Evento voltado para fotocabines e fotografia de eventos. Confira mais clicando aqui!