Fotocabines 3 meses atrás | Leo Saldanha

Fotocabine para faturar e curtir (e viajar)

Conheça a história de Marcos Thomaz e a charmosa Lola, uma Kombi 1996 que faz fotos e sucesso na estrada

por Revista FHOX

Vontade de empreender e R$ 15 mil. Foi o bastante para o fotógrafo Marcos Thomaz. 29, de Itapetininga (SP) transformar uma Kombi 1996 em uma fotocabine. Depois de trabalhar por vários anos em uma loja de fotografia (e também como fotógrafo social), ele percebeu que era a hora de se dedicar à sua nova empresa, a InstaBus.

kombiInstaBus

O veículo conta com diversos acessórios como flores, espelho e props divertidos para os cliques. Além de sofá, cortinas e tapetes. A Kombi foi batizada de Lola pelo empreendedor e decorada com 46 lâmpadas que forma a palavra photos. Algo que dá um aspecto ainda mais charmoso para ela.

O negócio atende casamentos, formaturas e outros eventos sociais pelo interior de São Paulo. Em dezembro passado, ele decidiu fazer um tour pelo litoral norte do estado junto com o cão de estimação. Aproveitou a ocasião para fazer contatos. Foram vários dias percorrendo Ubatuba e outras praias da região. A charmosa Lola foi destaque por onde passou e, com isso, Thomaz preparou o terreno para futuros contratos.

Com uma impressora Kodak e uma câmera DSLR para fazer os cliques, o fotógrafo considera que qualidade é item crucial para o sucesso da empresa. Ele também possui um quiosque social, um laptop e uma plataforma com tablet, que fica fora da Kombi e serve para que os convidados possam ver as fotos clicadas na cabine e compartilhar nas redes sociais.

Para 2020, Thomaz já tem planos de percorrer toda a costa brasileira com a Kombi. E com isso, ele deve investir em algumas melhorias como a inclusão de um fogão e outros objetos pessoais. “São as duas coisas que mais gosto. Fotografia e viajar” disse ele para FHOX.

A primeira etapa nas praias paulistas envolveu mais de 1.100 quilômetros percorridos. Aliás, a vantagem de uma unidade móvel garante ao empreendimento trabalhos em diferentes cidades do interior de São Paulo.

“Saí de Itapetininga no dia 31 de dezembro e retornei no dia 7 de janeiro. Foram oito dias de viagem, passando por Ubatuba, Caraguatatuba, Bertioga, Maresias, São Sebastião, Itanhaém, Peruíbe, Eldorado e Paraty, no Rio de Janeiro. No caminho fui mostrando meu trabalho e até fechando negócios”, disse em uma matéria para o G1. Para a FHOX ele comentou dos desafios de ser fotógrafo e empreendedor. “Não é fácil, mas a gente dá um jeito. Administrar e fotografar ao mesmo tempo é desafiador” diz ele.

Mas vale a pena, sobretudo por oferecer uma experiência para os clientes e ainda poder viajar. O tour pelas praias, na virada de 2018 para 2019, serviu não só como teste, mas também como uma forma de marketing direto. Pois no fim, a Kombi é ao mesmo tempo a experiência e um anúncio ambulante do que ele oferece.

E os planos de Thomaz para o futuro mostram que ele quer mais. Depois de dois anos com fotocabine, ele espera aumentar faturamento da InstaBus, fazendo o negócio crescer consideravelmente até o final do ano. A julgar por seu ânimo e seus últimos resultados, o tour de 2020, para percorrer o Brasil, tem tudo para dar certo e fazer sucesso.

Nos dias 30 e 31 de julho acontece em São Paulo o Cabine PhotoShow 2019. Evento voltado para fotocabines e fotografia de eventos. Confira mais clicando aqui!