Negócios 5 dias atrás | Leo Saldanha

Estudo de caso: StandInBaby

A primeira boneca posicionadora serve para treinamento em sessões newborn. Um case que surgiu na Austrália e se expandiu pelo mundo

por Revista FHOX
Fotos: Stand In Baby

A ideia surgiu da percepção da fotógrafa Sandra Moffat (Austrália) dos riscos de segurança para treinar com newborn. E foi a partir dessa insegurança e de uma demanda clara por conhecimento e treinamento que surgiu a Stand In Baby do casal Sandra e Brendon Moffat. A FHOX teve contato com uma interessante matéria da ABC Radio Brisbane da Austrália que traz detalhes sobre a marca e o surgimento e evolução da empresa. Sandra começou como assistente e da falta de experiência com os bebês para que ela pudesse crescer e se desenvolver como fotógrafa ela decidiu treinar com manequins de bebês. O problema é que ela não encontrou nada que resolvesse o problema. Não existiam bonecas que funcionassem de forma ideal para as simulações na sessão newborn. A partir dali, com senso empreendedor e ciente do enorme potencial, ela decidiu criar a própria boneca posicionadora para treinamento. Assim surgiu a StandInBaby. 

Em entrevista para a ABC Radio Brisbane ela contou que o investimento inicial projetado era de 30 mil dólares e produção e lançamento em seis meses. Como todo projeto, nada saiu muito como o esperado. Acabou custando 220 mil dólares e mais de 1 ano e meio só para criar o design. Depois levou mais outros seis meses de fabricação e meio milhão de dólares para fazer o pedido da primeira leva de fabricação. Foi um trabalho sério e complexo. Tão sofisticado que envolveu uma viagem do casal para a China para entender a construção cuidadosa de manequins com base em conhecimentos técnicos dentro da medicina.

Para viabilizar o projeto, o casal participou da versão australiana do programa Shark Tank (que também existe no Brasil no canal Sony) para buscar investidores. Conseguiram atrair dois dos “tubarões” do programa entraram com capital e sócios no produto.

O casal em cena no programa Shark Tank

Depois dos inúmeros desafios enfrentados, A StandInBaby é um sucesso na fotografia newborn mundial. A marca já enviou bonecas posicionadoras para mais de 90 países. O produto é feito com extremo capricho e cuidado. Tanto é verdade que reproduz o peso e as articulações de um bebê recém-nascido para que as fotógrafas possam criar, treinar poses e desenvolver sessões com total segurança e sem oferecer riscos para bebês de verdade. Hoje a marca conta com embaixadores (fotógrafas newborn) reconhecidas mundialmente. Caso da Ana Brandt, e Stephanie Robin. Aliás, no Brasil a empresa conta com as embaixadoras (e também conhecidas) Paloma Schell, Bel Ferreira e Amanda Angelo.

>> Escola de Negócios FHOX: primeiro seminário marketing 4.0

As embaixadoras. Três talentosas fotógrafas brasileiras representando o país

Na entrevista para a rádio, o casal diz que as pessoas acham a boneca muito realista e até assustadora. De fato, a reportagem da FHOX já viu de perto e pegou no colo e a sensação é bem estranha. Já que o tamanho e o realismo do produto são notáveis. Importante: uma StandInBaby custa 850 dólares.

A StandInBaby entra em uma nova fase de diversificação com o próprio produto. Primeiro foram os fotógrafos de todas as partes do mundo que investiram na boneca. Agora os fundadores buscam outros mercados. Seja para aulas médicas, em consultas pré-natal e em terapias médicas e hospitalares das mais variadas. Como por exemplo de ferramenta para treinamento médico para radiologistas. Afinal, não dá para usar bebês de verdade para treinar com equipamentos de Raio-X.

No fim, Stand InBaby é mais uma comprovação da força e diversidade de produtos e serviços de um dos mercados que mais cresce e movimenta dinheiro na fotografia mundial. É a fotografia newborn gerando cases mundiais de fazer respeito. Saiba mais: https://www.standinbaby.com

 

>> CAMERACLUB: BENEFÍCIOS E DESCONTOS EM MAIS DE 2 MIL VANTAGENS EM UMA COMUNIDADE COM 4 MIL MEMBROS 

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.