Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

Estudo de caso: o Stories dando força para o Facebook

No começo de 2018 o Facebook passou a testar anúncios dentro do Stories. Mais uma forma de monetizar dentro da rede social. Muitos usuários acreditavam que o Stories (que veio primeiro no Instagram) não daria certo no Facebook. Pois o dado anunciado essa semana mostra que não é bem assim. Segundo a empresa, 300 milhões de usuários usam diariamente o canal. Tanto no Facebook quanto no Messenger.

Outros dados revelados pelo Facebook sobre o Stories na rede social e em outras plataformas:

– Serve como reforço de campanhas existentes.

– O Facebook recomenda comprar anúncios em conjunto que envolvem Stories para otimizar resultados e melhorar a segmentação.

– Ajuda no alcance, reconhecimento de marca, visualização de vídeos, instalação de apps, conversão, tráfego em sites e até na geração de leads.

– Os consumidores apreciam o formato porque envolve uma comunicação diária. Metade dos usuários usa Stories em três ou mais plataformas (Messenger, Instagram, Facebook ou WhatsApp).

– 63% pretendem usar mais o Stories no futuro.

– Incentiva a autenticidade porque dura só 24 horas.

– O Stories funciona como uma plataforma completa. Por envolver um conteúdo mais imersivo.

– Gera atenção e reconhecimento para as marcas. Com 62% dos usuários dos Estados Unidos indicando que depois de olharem no Stories foram ao site para buscar mais informações da empresa.

– O Stories leva a uma ação concreta. Segundo o Facebook, uma em cada duas pessoas visitou um site para comprar depois de ver algo no Stories. Quase 40% conversaram com algum amigo ou parente sobre algo que viram no canal e 34% resolveram visitar a loja se o negócio tiver local físico. Irene Cano, executiva do Facebook na Europa disse que o lançamento do Facebook Stories está ligado a uma mudança de comportamento na plataforma. “As pessoas usam as Stories cada vez mais para partilhar as suas experiências, pois é um formato especialmente visual que lhes permite libertar a sua criatividade. No Facebook, queremos ajudar a tornar essa experiência ainda mais enriquecedora não apenas para as pessoas, mas também para as marcas, que poderão alcançar os seus públicos de uma forma muito mais inovadora e eficaz”.

Resta saber o nível de confiança nesses números divulgados pela marca. Especialistas em marketing digital dos Estados Unidos indicam uma clara canibalização do Facebook contra seus outros produtos. Caso do Instagram. O Stories disponível em outras plataformas de certa forma leva os usuários a usar outras redes sociais da empresa que não são o Instagram. Mais importante ainda é que o Facebook conseguiu impactar negativamente o Snapchat. Com queda de usuários e faturamento. O Snapchat foi um dos principais afetados pela expansão do Stories dentro do Facebook. Esse número de 300 milhões de usuários ativos diários com o Stories mostra que a empresa está em uma rota agressiva de melhorar o faturamento publicitário. E mostra ainda que o Stories foi um impulso para reanimar a maior rede social do mundo.

FHOX: mais que uma revista, uma ferramenta indispensável para quem vive fotografia

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.