News 3 semanas atrás | Leo Saldanha

Coronavírus e o impacto na fotografia (atualizado)

Lá fora já existem reflexos diretos para fabricantes e eventos. Saiba os detalhes sobre a situação e a opinião de gente do nosso mercado sobre a pandemia

por Revista FHOX
A nova D6 seria lançada em março mas ficou para maio.

Chega a ser difícil atualizar os números de casos confirmados de coronavírus mundo afora. No Brasil estamos com 25 confirmações e mais de 900 casos suspeitos em observação. No mundo já são mais de 100 mil infectados e 4 mil mortes. O país mais impactado até agora foi a China (com mais de 80 mil infectados) e as últimas informações mostram que o surto começa a perder força por lá. Na Itália a situação é mais dramática. O país está praticamente em quarentena e tudo parece estar parando em várias regiões italianas. São quase 8 mil infectados e matou 463 pessoas.

Mais do que impacto na saúde, o vírus também afeta diretamente a economia mundial. Mas de forma concreta, fomos procurar informações detalhadas sobre os reflexos do coronavírus diretamente na indústria fotográfica. Na verdade, o resultado do que ocorreu na China afeta diferentes partes do mundo por uma questão básica. A economia chinesa representa 16% do mundo e a fabricação dos mais variados produtos representa 28%. Vale lembrar que foi recorde a queda na atividade econômica chinesa em fevereiro passado.

Atrasos e alterações em lançamentos. Nos últimos dias a Nikon USA anunciou que a nova DSLR D6 chegará ao mercado só em maio. A previsão inicial era nesse mês, mas a marca decidiu jogar o lançamento mais para a frente. A Nikon disse que esse atraso está diretamente relacionado com o COVID-19. O que impactou foi a falta de peças e componentes que são fabricados na China. A nova data ficou para maio, pouco antes das Olimpíadas do Japão (sem bem que existe a chance de os jogos serem adiados também).

The Photography Show seria realizado em Birmingham no Reino unido em março. Adiado para outro momento de 2020. Março e abril complicaram a vida dos eventos de fotografia pelo mundo

Segundo informações da DPReview, várias fabricantes do mercado fotográfico estariam sendo afetadas em diferentes níveis. Tudo graças a redução da atividade de fábricas no Japão e China o que está diretamente relacionado com peças e componentes que não estão sendo fabricados no mercado. E sem falar no atraso de remessas que ainda estão paradas na China e esperando o envio para diferentes partes do mundo. Enfim, o desafio logístico e produtivo que afeta toda a cadeia de suprimentos gera pressão nesse momento no mercado mundial. Com o arrefecimento dos casos do vírus na China talvez essa situação melhore em breve. A ver.

Smartphones também sente o baque. Para se ter ideia, em fevereiro passado a queda foi de 55% nas vendas gerais de aparelhos de todas as marcas no mercado chinês.

Outro reflexo negativo foi o cancelamento de eventos. Caso do CP+, uma das maiores feiras do ramo que ocorre no Japão. Em Barcelona o MWC, uma das maiores feiras de smartphones do mundo também foi cancelada. A TIPA (associação da qual a FHOX faz parte) cancelou o encontro que aconteceria em março em Las Vegas. A WPPI ocorreu normalmente na cidade norte-americana em fevereiro passado. Já o evento SXSW, um dos maiores de tecnologia e cultura e música dos Estados Unidos, também foi cancelado essa última semana. No Reino Unido, o The Photography Show que aconteceria em março foi adiado para a realização mais adiante durante o ano.

Difícil dizer como será o desfecho e fazer qualquer previsão de como será daqui para frente. O que está claro é que os resultados mundiais em termos de economia são concretos. Os principais mercados afetados nesse momento no mundo todo são os de viagens (agência de turismo, companhias aéreas, cruzeiros e hotéis).

Falando nisso, fotógrafos que viajam muito (sobretudo para destination weddings) também mostram preocupação com o assunto. Como no exemplo de Taylor Jackson tratando sobre o tema.

Atualização: o podcast da FHOX trouxe a opinião de fotógrafos e empresários do ramo sobre o impacto por aqui. Ouça clicando aqui: OQVC Precisa Saber: o novo coronavírus no Brasil 

Leia também: Chegou a hora de acertar o R.U.M.O. no seu marketing na fotografia