Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

CIPA: relatório de outubro mostra recuperação do mercado de câmeras quanto ao impacto da COVID-19

Foto profissional grátis de abertura, aparelho, aparelhos

Nem é preciso dizer que as vendas de câmeras foram profundamente afetadas pela pandemia. Contudo, os dados mais recentes da CIPA (Camera & Imaging Products Association) indicam recuperação. O último relatório traz informações consolidadas sobre o mês de outubro. As vendas totais de câmeras (incluindo com lente fixa e intercambiáveis) cresceram. Com 1,13 milhões de unidades enviadas no período. Importante ressaltar que houve uma queda de 22% em relação ao mesmo período de 2019. Mas é uma evolução em comparação com os últimos seis meses deste ano. Para se ter ideia, em média a queda nos últimos meses era da ordem de 50% em relação ao ano passado (que já estava ruim). 

Câmeras com lentes intercambiáveis – essa foi a categoria que mais avançou em outubro. Com 745 mil unidades enviadas em outubro. Se isoladas como nicho, a queda foi menor em comparação com 2019 (13,6%). A informação importante aqui é que as vendas podem ter sido menores em volume, mas que a escolha dos fotógrafos tem sido por modelos de ponta. O que representa mais lucratividade para os fabricantes. De acordo com a CIPA, nesse nicho o avanço ocorreu sobretudo nas vendas de câmeras mirrorless. Enquanto as vendas de DSLRs tiveram diminuição de 22% em outubro. O foco das marcas em modelos de câmeras sem espelho premium por parte de todas as fabricantes seria a resposta para esse reflexo na queda das vendas de reflex digitais. Comparando em sistemas: foram 338 mil unidades de DSLR enviadas, contra 416 mil câmeras (em outubro). 

Regiões – As vendas de câmeras mirrorless premium ocorreram com mais força na China. As DSLR seguem com alguma força na Europa. E já nos EUA estão saindo câmeras DSLR caindo e com foco em equipamentos baratos.Os números de fim de ano devem mudar bem em várias partes do mundo com as festas de fim de ano e ações promocionais. Agora é esperar para ver como será o desempenho no próximo relatório sobre esse segmento do mercado fotográfico.