Negócios 1 mês atrás | Thalita Monte Santo

BM Works torna-se a mais nova distribuidora Canon

Plano estratégico e expertise são as apostas da empresa para potencializar o crescimento dos negócios da marca japonesa

por Revista FHOX

Canon, conhecida mundialmente por seus equipamentos fotográficos, é, de fato, uma empresa visionária. Já não é segredo para ninguém que a multinacional japonesa também é referência no mercado de printers. Só no Brasil, por exemplo, possui um expressivo parque instalado de mais de 200 equipamentos da linha imagePress.

Seu objetivo é prover soluções inteligentes, confiáveis e acessíveis para simplificar a produção de produtos únicos, proporcionar diferenciais e gerar alta rentabilidade aos negócios de seus clientes.

Dominando alguns setores do segmento gráfico, bate de frente com as concorrentes Xerox, Konica Minolta e HP, apostando, principalmente, no mercado fotográfico e fine art. O seu diferencial? A vantagem de ter no DNA a fotografia.

Agora, Canon conta com mais uma distribuidora de peso no mercado, a BM Works. Liderada por Douglas Cho, a empresa entra em campo unindo experiência e credibilidade.

Para isso, em uma aliança estratégica, o CEO da BM Works se uniu a Oscar Sakaue que, ao longo de 20 anos, já passou por Noritsu, Kodak e Fujifilm do Brasil. Juntos, eles visam aumentar as competências do negócio, elevar a eficiência e incrementar os resultados da Canon do Brasil a clientes de todo o mercado.

BM WORKS
Douglas Cho e Oscar Sakaue

Para Sakaue, a BM Works acumula um know-how inigualável. Algo que nenhuma outra revenda ou player consegue bater, pois atua há décadas no segmento fotográfico de labpro, encadernadoras, formaturas, fine art e varejo de fotos.

“A BM Works é o único parceiro Canon com expertise em todos os segmentos do mercado. Utilizando-se deste diferencial, atuará na expansão da marca, desenvolvimento dos negócios, execução e consolidação do plano estratégico”, diz.

Campo de trabalho

Hoje, além de seu portfólio com produtos que vão da captura (câmeras/scanners) à saída (impressoras), a Canon se sobressai entre printers de fotos e álbuns gráficos. Pois é a única empresa que possui portfólio nas duas tecnologias de impressão: eletrofotografia (tonner) com a linha imagePRESS, e Inkjet, com a linha imagePROGRAF e Dreamlabo.

“O cliente tem a certeza de contar com a excelência dos produtos Canon em todas as plataformas de negócios destes mercados”, destaca Sakaue.

Assim como já faz em outras frentes nas quais atua, a BM Works dará todo o suporte técnico que o cliente necessitar, desde ajuda com os equipamentos, consumíveis, mídias, acabamento, entrega e pós-venda.

“As vastas soluções Canon vão muito além da concorrência. São robustas, confiáveis e extremamente eficientes. Somado a tudo isso, a BM Works apoiará os clientes para transformar estas possibilidades em produtos premium diferenciados com valor agregado para monetizar seus negócios e, consequentemente, criar cases de sucesso em diferentes plataformas”, conta. O especialista garante que toda a expertise da BM Works no segmento fotográfico trará um diferencial único para os clientes.

Visão de futuro

Com os equipamentos Canon, os novos distribuidores enxergam um potencial para lojas de foto e labs pro. O foco agora é mostrar que também existem possibilidades de crescimento para lojas de foto envolvendo o consumidor final. Tudo isso através de iniciativas com novos formatos de negócios e propostas inovadoras, que envolvam a transformação da fotografia para entregar um novo conceito de produto e serviço.

BM Works
“A BM Works está muito confiante nesta nova parceria e acredita que, juntamente com a Canon, poderá contar lindíssimas histórias de sucesso de seus clientes”.

Para quem atua no mercado de formaturas, diversidade é a palavra-chave, e merece ser analisada com atenção. A BM Works garante que álbuns gráficos de qualidade superior serão o grande diferencial para quem trabalhar com produtos Canon.

No caso dos labs pro, o potencial passa pela transformação digital. Segundo Sakaue, atualmente os álbuns são muito similares e impulsionam uma corrida por inovação. Já no segmento fine art, que apresenta uma expansão acelerada e foco predominante para produtos premium, a aposta é a garantia de que Canon entrega qualidade de impressão e alto valor agregado para fotógrafos do setor.

O que se pode esperar dessa nova parceria?

A BM Works garante que será elo na intermediação entre Canon e seus clientes. Pois, além de segurança na construção de negociações sólidas, com profissionais de décadas de expertise no mercado fotográfico, Cho e Sakaue conhecem e entendem as particularidades do setor. Bem como as tendências de futuro para o sucesso dos negócios. Quanto às expectativas, eles afirmam que são as mais positivas.

“A BM Works está muito confiante nesta nova parceria e acredita que, juntamente com a Canon, poderá contar lindíssimas histórias de sucesso de seus clientes”, concluem.

Em breve, a BM Works também passará a distribuir mídias Mitsubishi (homologadas pela Canon) para o mercado gráfico em geral. Assumindo, assim, o compromisso de levar as melhores soluções aos clientes.

Oportunidade para quem deseja migrar do RGB para o CMYK

A BM Works vai atuar exatamente para poder mostrar que trabalhar com impressoras Canon é sinônimo de versatilidade. Isso se encaixa, inclusive, para adeptos aos minilabs. Quem está acostumado a trabalhar com eles enfrenta uma série de dificuldades ao fazer a transição para uma impressora que trabalha com CMYK.

Segundo André Borges Gomes, consultor em tecnologia gráfica, com especialização em gerenciamento de cores e tratamento de imagem digital, uma parte importante desse processo é entender os aspectos e as vantagens da conversão do RGB para o CMYK.

Hoje, a Canon oferece produtos para os diferentes mercados. São opções que vão desde impressoras fine art de pequeno porte, como as da linha ImagePROGRAF, até impressoras especificamente voltadas para o mercado fotográfico de grande tiragem.

BM Works
André Borges Gomes, consultor em tecnologia gráfica Canon

“As pessoas não sabem todos os recursos que a máquina apresenta. Quando você compra uma impressora dessas, ela tem uma quantidade enorme de possibilidades e alternativas de trabalho na produção, que podem dar o melhor resultado com um tipo de imagem. Esses recursos estão disponíveis no sistema e a gente tem que entender como eles funcionam e em que situações eles podem ser aplicados”, explica.

Entre as vantagens de se trabalhar com uma impressora digital, Gomes destaque que as ferramentas de manutenção para a estabilidade de cor são muito mais amplas do que em uma impressora baseada em processo químico.

Vale destacar também que há uma possibilidade maior de uso de revestimentos e soluções de acabamento. Além da alternativa de trabalhar com uma gama muito maior de papéis.

“Na impressão à base de toner a gente pode usar um papel texturizado, papel de cores diferentes, papéis à base de algodão papel com revestimento, sem revestimento, com brilho sem brilho, matte fosco, mais azulado, mais amarelado. A variedade é muito maior”, diz.