Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

As vendas mundiais de câmeras digitais

Um post recente de Feliz Ritchter da Statista mostra uma visão distinta sobre as vendas de câmeras. É sabido que o impacto dos smartphones afetou diretamente esse mercado. Em especial nas câmeras de bolso voltadas para consumidores finais.

>> Fotografar 2018: o grande encontro da fotografia brasileira 

Quando os primeiros smartphones como o iPhone chegaram em 2007 e 2008, a indústria de câmeras estava muito bem. Em 2008, os membros da CIPA (associação mundial dos fabricantes de câmeras) tinham dados oficiais da ordem de 120 milhões de câmeras produzidas e enviadas em remessa por todo o mundo. Nem existia preocupação quanto a concorrência dos dispositivos móveis (o primeiro iPhone tinha 2MP). Uma década depois, a situação do mercado é bem diferente. Como o gráfico ilustra (foto acima). A queda foi de 80% desde o pico de vendas em 2010. O lado positivo, parece que a indústria de câmeras conseguiu estabilizar o quadro em 2017. Inclusive com aumento de 3% no ano passado depois de cinco anos de quedas consecutivas.

>> O Estado da Indústria Fotográfica em 2018 (Parte 1)

>> O Estado da Indústria Fotográfica em 2018 (Parte 2 – as impressoras de eventos)