Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

Apple já teria perdido a terceira posição mundial em vendas de smartphones

Foto: GSM Arena

Lembra quando a Apple era líder de mercado no começo da era iPhone. Pois parece que aqueles tempos se foram. Prova disso é que a marca que até pouco tempo era vice-líder perdeu a segunda posição para a chinesa Huawei e agora está prestes a perder o terceiro lugar em vendas mundiais de smartphone para a Oppo. Os dados são da IHS Markit e indicam que a Oppo assumiu a terceira posição. Os dados são conflitantes com outros estudos de mercado que mostram que na verdade seria a também chinesa Xiaomi que estaria nesse lugar. De qualquer forma, é má notícia para a Apple. Empresa que não tem conseguido bons resultados em diversos mercados importantes. 

>> Os episódios de maior audiência do FHOXCast em 2019

IHS Markit

Mercado em encolhimento – o que os números demonstram ainda é que as vendas de smartphones no mundo estão encolhendo. Isso tem uma explicação simples: as pessoas não estão trocando de aparelho com tanta frequência. O relatório da IHS Markit mostra que a Apple produziu e enviou 35.3 milhões de unidades no segundo trimestre deste ano. No ano passado no mesmo período a produção tinha sido de 41.3 milhões. Outra razão para a queda nas vendas é que os fabricantes não estão baixando preços de modelos antigos e isso coopera no encalhe nas lojas. A Samsung segue líder com 75.1 milhões de dispositivos enviados e produzidos nesse último trimestre de 2019. O que representa 23% de participação de mercado mundial. Oppo cresceu bem de 31.9 milhões de unidades em 2018 para 36.2 milhões de aparelhos enviados em 2019 nesse último trimestre. A segunda posição ficou com a Huawei que manteve a segunda colocação. Mesmo com o banimento temporário nos Estados Unidos, a vice-líder bateu em 58.7 milhões de smartphones enviados (em 2018 foram 54 milhões). 

Outras quedas – a Apple não está sozinha no arrefecimento das vendas. LG e Motorola (duas gigantes) perderam espaço no mercado mundial. As duas fabricantes tiveram números similares com 9 milhões de unidades produzidas e enviadas. No ano passado esse número passou dos 10 milhões para as duas fabricantes. A Apple deve lançar uma nova versão do iPhone ainda esse ano. E analista dizem que a empresa terá que apresentar algo realmente revolucionário caso não queira perder ainda mais espaço nessa briga com as marcas chinesas. 

>> UMA NOVA FORMA DE ACESSAR O CONTEÚDO FHOX 

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.