Apoie a FHOX Impressa e garanta recompensas incríveis!


A Olympus vai cortar postos de trabalho e considera a venda da divisão de câmeras

Na última semana repercutiu muito a possibilidade da fabricante encerrar as operações na fotografia. A empresa desmentiu, mas o CEO considera outras medidas

Na última semana demos a notícia de que a Olympus não sairia do mercado. Contudo, uma entrevista recente do CEO da fabricante japonesa mostra que o quadro não é tão favorável. Yasuk Takeuchi (CEO da Olympus) disse para a Bloomberg que a marca prepara um plano de reestruturação e que isso envolve corte de funcionários e de forma vaga disse ainda que considera a venda da divisão de câmeras. O rumor de que a empresa encerraria na fotografia ou de que venderia a divisão sempre rondou a Olympus nos últimos anos. A empresa sempre negou essa possibilidade mas agora o CEO indica um caminho diferente. Vale lembrar que a Olympus atua em outras áreas e que a parte de fotografia com as mirrorless representa 6% do faturamento. Com margens cada vez menores a cada ano. E enfoque da empresa será na parte médica. Para se ter ideia, a Olympus controla 70% do mercado de endoscopia.

Endoscópio da Olympus. Líder nessa categoria

No Brasil a Olympus não conta com presença marcante com as mirrorless e não existe nenhum plano oficial da venda dessa divisão. Ou seja, no momento é só uma intenção. Vale lembrar que a Hasselblad foi comprada pela DJI. Nos últimos anos, foram vários rumores de que a Olympus seria comprada pela Sony ou outra fabricante da fotografia. Talvez 2020 seja o ano para algo parecido com isso finalmente acontecer.