News 6 meses atrás | Leo Saldanha

A importância do propósito em um produto diferenciado (e multimídia)

A fotógrafa do Rio de Janeiro Fabi Medina criou um produto envolvente para o dia das mães. Um porta-retrato com a foto impressa e um vídeo via QR Code para enviar uma mensagem mais completa para cada uma das mães

por Revista FHOX

Na bio da conta do Instagram da fotógrafa Fabi Medina está escrito: “contando histórias”. Algo que se torna muito real e completo em uma oferta recente criada por ela para o último “Dia das Mães”. Fabi contou para a FHOX em detalhes sobre o que inspirou essa ideia: Minha inspiração veio durante o isolamento social, entre uma e outra atividade para entreter meu filho de 4 anos. Comecei a pensar no que poderia fazer para presentear minha mãe e sogra no dia das Mães. Teria que ser algo especial, já que esse ano não poderia encontrá-las.  Queria que fosse algo mais do que uma vídeo chamada – já que estamos fazendo isso quase diariamente – e também que fosse palpável e acessível para elas reverem no momento que batesse aquela saudade.

Cliente satisfeita é o melhor marketing que existe

Personalização – Foi assim que tive a ideia de produzir um porta retrato com a foto da família, junto a uma mensagem gravada pelos filhos/netos nos próprios celulares. Mães e avós adoram receber fotos mas, nesse caso, a cereja do bolo estava na mensagem surpresa indexada ao QR CODE que fica com adesivo no verso do porta-retrato. Percebi a oportunidade e ofereci o produto/experiência para algumas das minhas clientes.  Elas AMARAM a ideia e logo comecei a receber as encomendas (UHU!). A partir daí, preparei o presente personalizado para cada uma delas. No Dia das Mães, além do carinho do meu filho, me senti SUPER feliz por aproximar as famílias, mesmo que remotamente, nesse momento tão difícil. O produto já incorporado ao meu portfólio, inclusive com encomendas para dia dos namorados e dos pais.

View this post on Instagram

Oi, vamos falar um pouco mais sobre NOVIDADE (fotografia com QR CODE) Minha inspiração veio durante o isolamento social, entre uma e outra atividade para entreter meu filho de 4 anos. Comecei a pensar no que poderia fazer para presentear minha mãe e sogra no dia das Mães. Teria que ser algo especial, já que esse ano não poderia encontrá-las. Queria que fosse algo mais do que uma vídeo chamada – já que estamos fazendo isso quase diaramente – e também que fosse paupável e acessível para elas reverem no momento que batesse aquela saudade. Então, saiu da caixola essa ideia!!! Assistam ao vídeo e vejam um pouco mais sobre esse experiência. É realmente encantadora. ATENÇÃO para a reação da mãe no canto direito do vídeo. ❤

A post shared by Fabi Medina (@fabimedinafotografia) on

Multimídia – Ela relatou ainda sobre a experiência multimídia de incluir os vídeos com a tecnologia QR Code:  Uma reflexão que fiz com essa experiência, foi que os vídeos dos filhos foram de extrema importância, pois estavam repletos de sentimentos que não costumam ser dito no dia a dia. Mesmo em momentos especiais como a comemoração do dia das mães, tenho certeza que os filhos iriam fazer questão de visitar suas mães, porém não falariam nem metade do que disseram nos vídeos. Por isso tenho certeza que a experiência (presente) fez a diferença na vida das famílias (um dos meus propósitos com a fotografia).

Propósito – Outra reflexão, foi que esse “produto” foi fruto do que eu tenho como propósito de vida e eu não vinha explicitando isso em meu trabalho com a fotografia. Essa “teoria” sobre fotografia com propósito foi despertada em mim, em uma aula da FHOX com Leo Saldanha (na turma do Seminário Marketing 4.0 em parceria com a Escola Brownie 41). Desde que meu filho nasceu, eu criei um projeto chamado Vida + Sentido, que busca justamente exercitar os propósitos e sentidos da vida (baseado na empatia, solidariedade e em fazer a diferença). 

Nota do editor: é sempre bacana ver esse tipo de iniciativa que mistura tecnologia, impressão. Mais do que isso é notar que Fabi não deixou esse aspecto tecnológico tomar conta do protagonismo do produto. Ou seja, o propósito dela foi encaixado na oferta de um produto que envolve emoção. e assim fez sentido para clientes que acreditam no mesmo que ela e veem esse valor. E sim, ela conseguiu fazer a diferença para muitas mães em tempos de isolamento e de ficar em casa.