Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

40 mil investidores interessados na criptomoeda da Kodak

A Kodak disse em um comunicado que mais de 40 mil investidores potenciais estão interessados na oferta inicial da KodakCoin (a criptomoeda da Kodak). Só para relembrar, a novidade foi lançada com a marca da Kodak via licenciamento pela empresa WENN Digital em janeiro desse ano. A moeda da Kodak será o dinheiro usado para pagar fotógrafos pela plataforma KodakOne que caça fotos roubadas. A empresa divulgou a notícia causando estardalhaço na última CES em Las Vegas. Com direito a valorização de quase 200% das ações da Kodak. Além da criptomoeda, a empresa também lançou uma equipamento de mineração que poderá ser alugado pelos interessados. A notícia causou muita polêmica não só na fotografia, mas sobretudo entre especialistas no assunto de criptomoedas. Talvez a divulgação desse comunicado ajude a acalmar alegações obscuras que surgiram relacionadas ao KodakCoin e afins.

Atualização: a nova informação é que a marca adiou o sistema de compra da criptomoeda. Os investidores deveriam ter acesso no dia 31 passado. Agora ficou para “as próximas semanas”.  O atraso e essa lista de espera de 40 mil investidores já tiveram impacto na queda das ações da marca entre ontem e hoje. Algo que está bem detalhado nesse post do site WeBitCoin.

Sobre o comunicado, a Kodak começou uma fase de seleção dos investidores credenciados para KodakCoin. A marca vai verificar o status desses possíveis investidores e na sequência (o que deve levar semanas) vai abrir espaço para os investimentos. O perfil do investidor que a Kodak procura? Pessoas com patrimônio líquido de 1 milhão de dólares com histórico ou renda mínima nos últimos 2 anos recebendo 200 mil dólares anualmente. A oferta também estará disponível para investidores de outros países. https://kodakcoin.com/ 

>> Kodak lança criptomoeda para fotógrafos e uma nova plataforma para caçar fotos roubadas