Inovação & Tech 2 semanas atrás | Leo Saldanha

Usando “nudes” como garantia de empréstimo

Empresas ilegais atuam na China emprestando dinheiro em troca de fotos de jovens nuas. Governo chinês entrou com medidas legais para banir o problema

por Revista FHOX

O caso foi divulgado pela Vice Austrália e ABC News e aqui no Brasil pelo Canal Tech. Segundo as informações, o comportamento de se fazer microempréstimos é muito comum. Com vários anos para pagar e em diversas parcelas. Até aí nada especial. Pois aqui também é comum esse tipo de prática. O problema é que as jovens que emprestam de U$ 1000 até U$ 2000 enviam nudes como garantias. A foto nua vai junto com as jovens segurando o documento de identidade. Quem não paga a parcela, recebe ameaças da empresa de divulgar os nudes para amigos e parentes.

O caso é tão grave que o governo chinês entrou com medidas legais no ano passado para banir essas empresas. O problema é que na China as superplataformas como Tencent contam com milhões de usuários que fazem tudo dentro das redes sociais. Pagam contas, compram produtos e fazem empréstimos. E parecem que as ações legais chinesas não deram certo. A matéria da Vice diz que desde 2016 mais de 160 jovens viram suas fotos vazadas por não terem acertado parcelas de empréstimo. Mais grave ainda: em alguns casos as jovens receberam a opção de se prostituirem para acertar as dívidas.

Feira Fotografar 2019: o grande encontro da fotografia brasileira

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.