Inovação & Tech 9 meses atrás | Leo Saldanha

Um projeto alarmante

Fotógrafo renomado foi convidado para retratar jovens que depois tinham que tratar a imagem original usando apps de selfie. Tudo para chegar no que elas consideram o autorretrato ideal. O resultado é espantoso

por Revista FHOX

 

Já existem até termos para definir o problema. E a comunidade médica alerta para cada vez mais pessoas que vem fazendo cirurgias plásticas para ficarem parecidas com as selfies de apps fotográficos. De olho nesse comportamento, o fotógrafo britânico Rankin foi convidado pelas agências de publicidade M&C Saatchi e MTArt Agency para a experiência do Visual Diet. Ele retratou diversos adolescentes com idades entre 13 e 19 anos. Depois, os jovens receberem os arquivos sem tratamento do profissional para em seguida usar algum aplicativo de retoques como Facetune e afins. E assim deixarem as fotografias como gostariam de ser vistos.

Na prática essas ferramentas de smartphones mudam completamente a aparência nas selfies (se usados em exagero). Em alguns casos os ajustes foram mais leves, mas em boa parte houve até mudança de formato no rosto. Veja o resultado.

Leia também: Movimento Imprimir 

Foto: Rankin
Editada pela modelo
Foto: Rankin
Editada pela modelo
Foto: Rankin
Editada pela modelo
Foto: Rankin
Editada pela modelo
Foto: Rankin
Editada pela modelo
Foto: Rankin
Editada pela modelo
Foto: Rankin
Editada pela modelo
Foto: Rankin
Editado pelo modelo

Participe da primeira turma online da Escola de Negócios FHOX 

Feira Fotografar 2019: o grande encontro da fotografia brasileira

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.