Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!


TikTok ultrapassa YouTube em tempo de uso nos EUA e Reino Unido

Um estudo recente indica que os usuários de aplicativos no Reino Unido e nos EUA estão passando mais tempo no TikTok do que no YouTube

O estudo é da empresa de monitoramento de aplicativo App Annie. De acordo com o relatório o tempo médio por usuário gasto é maior hoje no TikTok do que YouTube. A pesquisa foi feita com usuários dos Estados Unidos e Reino Unido. App Annie diz ainda que o TikTok revirou o cenário de Streaming e das redes sociais. Vale ressaltar que o YouTube segue líder no tempo geral gasto já que conta com mais visitantes do que a rede social chinesa. O YouTube conta com dois bilhões de usuários mensais enquanto o TikTok tem 800 milhões. A especialista em análise de mercado de apps traz ainda outras métricas que deve ser levadas em consideração. Como o tempo gasto levou em consideração só quem tem Android e sem contabilizar chineses. Dois pontos que também deveriam ser levados em conta. Quando o assunto é engajamento a história muda. O YouTube supera oo TikTok. Talvez por ter conteúdos mais longos e por ser o segundo maior buscador do mundo só atrás do Google. Por outro lado, o TikTok avança e inclusive parece que vai aumentar os tempos dos vídeos para 5 e 10 minutos o que acarretaria em mais concorrência com o YouTube.

Matéria recente da BBC traz mais detalhes de como a questão da monetização também evoliui nestas plataformas. O relatório de App Annie também sugere que os aplicativos com transmissão ao vivo – incluindo o TikTok – estão aumentando o dinheiro gasto com os criadores. Aplicativos que têm streaming ao vivo como “um recurso proeminente” foram responsáveis ​​por três quartos do dinheiro gasto nos 25 principais aplicativos sociais no primeiro semestre de 2021, diz o relatório. No site de jogos Twitch, por exemplo, os espectadores podem comprar “Bits” – uma moeda virtual – e gastá-los para “torcer” por streamers durante uma transmissão ao vivo. Ou eles podem configurar uma assinatura recorrente para o canal de um criador em troca de benefícios exclusivos para assinantes. O Tiktok permite que os usuários dêem “moedas” aos criadores – sua própria versão de “bits”, enquanto o YouTube executa programas semelhantes para suas transmissões ao vivo.

Lives monetizadas – “A transmissão ao vivo está impulsionando o crescimento do engajamento para aplicativos sociais”, diz App Annie. O relatório também destaca outro vencedor no ano passado – o Snapchat. O aplicativo de mensagens com foco em realidade aumentada viu seus downloads fora dos Estados Unidos crescerem quase 30% ano a ano, e em 45% há dois anos, sugerem os dados de App Annie. O fato é que é inegável a força do TikTok e do vídeo nas mais diversas redes sociais. Inclusive o app chinês influenciou tanto o YouTube com o lançamento do Shorts (basicamente uma cópia do TikTok) e Reels do Instagram.