Software 1 ano atrás | Redação

Shutterstock responde ao Google com sistema que protege marca d’água

Na semana passada, Google anunciou um sistema que retira marcações de foto. Shutterstock correu para solucionar o problema

por Revista FHOX

dims

O banco de imagem anunciou um recurso de engenharia reversa que previne qualquer tentativa de roubo ou eliminar marca d’água. Como? A Shutterstock criou um programa que anula a atuação do algoritmo do Google gerando pequenos erros na imagem durante a tentativa de retirar a marcação. Ou seja, o programa do banco de imagem confunde o processo criado pelo Google.

O líder de tecnologia da Shutterstock, Martin Brodbeck, explicou que é sempre um desafio proteger as fotos sem acabar com a qualidade da imagem. E que o sistema proteção de marca d´água criado pela empresa gera sempre um formato único que nunca é igual em cada fotografia.

google_ai_watermark_example_1

Na matéria publicada na semana passada no site da FHOX, muitos fotógrafos disseram que marca d’água não protege nada e que o certo é trabalhar com o arquivo em RAW e tomar todas as medidas de proteção no arquivo original.

Por que a notícia é importante? O fato é que colocar a marca na foto é uma prática comum e disseminada por fotógrafos do mundo todo. A Shutterstock foi rápida na resposta. Até porque envolve diretamente o modelo de negócio dela. 

Abaixo o vídeo que mostra o polêmico post do Google que retira marcas d’água das fotos.