Inovação & Tech 5 meses atrás | Leo Saldanha

Sem Adobe: algumas alternativas grátis e pagas para quem edita fotografias

Nos Estados Unidos a Adobe anunciou o aumento das assinaturas do pacote básico de fotografia. O valor passou de 10 para 20 dólares por mês. Veja algumas alternativas aos programas da marca

por Revista FHOX

Sites famosos como Petapixel e Fstoppers comentaram sobre o assunto. E a julgar pelos comentários dos fotógrafos fica evidente que o aumento não agradou. Os novos preços dos planos para fotógrafos vai passar para 240 dólares por ano. No pacote o profissional assinante do Creative Cloud tem acesso ao Lightroom, Photoshop e mais 100GB de espaço em armazenamento on-line. Desde 2013 existia a opção da assinatura dessa coleção de softwares por 10 dólares. O que é mais curioso é que lá fora existe outra opção de assinatura por 21 dólares por mês. O que na prática não faz muita diferença. O site Fstoppers propôs algumas alternativas para fotógrafos que não querem continuar gastando tanto. São eles:

Leia também: FHOXCast em nova fase

Grátis:

Uma boa escolha pode ser o GIMP. Que basicamente oferece os mesmos serviços do Photoshop. De novo, com interface menos amigável. Mas é grátis. https://www.gimp.org/

IrfanView é considerada uma opção simples e grátis de edição. Com suporte para RAW e muitas das funções que um fotógrafo necessita. Embora a interface não seja das mais amigáveis e em termos de design também fica bem aquém da Adobe.

 

Pagos, mas mais baratos que a Adobe:

Skylum da Luminar é outra opção. Não chega ao mesmo nível de um Photoshop, mas ele oferece muito do que um profissional precisa. Pago, custa na versão básica 70 dólares. Mais em conta do que 240 dólares da Adobe. https://skylum.com/

Darkroom é um app poderoso que vem fazendo sucesso entre novos fotógrafos que nem querem começar com Lightroom. Com versão para iOS e também para desktop, o software é uma oportunidade para quem está começando e quer recursos parecidos com o Lightroom. http://darkroom.co/

Affinity é um app poderoso que também vem agradando profissionais do mundo todo. A empresa conta com a ferramenta disponível tanto para iPad quanto no desktop. Segundo desenvolvedor, trata-se do programa mais rápido e fluido do mercado.

DxO Lab 2 é também um concorrente forte. Segundo DxO é um programa voltado para fotógrafos com alto padrão de exigência e amor por belas imagens. O Photolab 2 traz ferramentas de processamento e correção flexíveis e poderosas.

Usuários gringos comentaram que as alternativas não oferecem a mesma experiência do CC. Contudo, essa é uma forma de não ficar refém da empresa. E tanto entrantes quanto muitos profissionais experientes estão optando pelos concorrentes da Adobe.

Atualização: Danilo Siqueira comentou no post da FHOX no Facebook que no Brasil a Adobe mexeu sim no preço. O plano que inclui Photoshop, Lightroom e armazenamento de 20GB custa 43 reais por mês. Aqui no Brasil também aumentou, o pacote básico de fotografia que tem o Lightroom e Photoshop passou de R$ 35 para R$ 43″ disse Danilo Siqueira 

Leia também: Movimento Imprimir 

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.