Conheça o ImageCon - Conferência do Imaginário

Obra de arte criada por inteligência artificial será leiloada na Christie’s

As obras geradas pela inteligência artificial

“Retrato de Edmond de Belamy” foi criada usando um algoritmo de duas partes. A obra foi gerada com base em 15 mil retratos pintados entre os séculos 14 e 20. O valor estimado da venda deve ficar entre 7 e 10 mil dólares. O leilão ocorrerá na Christie’s entre os dias 23 e 25 de outubro e todo o lucro será revertido para melhorias na própria tecnologia do sistema. A iniciativa é de um coletivo de arte francês batizado de Obvious. O coletivo já criou outras pinturas com inteligência artificial. O algoritmo gerou uma história fictícia. A família Belany na verdade nem existe. O sistema de IA criado pelo Obvious funciona em duas etapas. Com um alimentador e o discriminador. O gerador cria a imagem com o banco de 15 mil retratos cadastrados.

Outra obra criada pelo sistema

Já o discriminador faz a filtragem e tenta separar o que é gerado por artistas e o que é obra da IA. No fim, é como se fosse uma forma de enganar a própria máquina para ela criar algo como se aquilo fosse algo do mundo real. Nicolas Laugero-Lassere, famoso colecionador é um dos que comprou obras da série Belany criada pela inteligência artificial. Trata-se de um avanço importante em um tema que parecia que não teria impacto dos robôs. Contudo, notícias recentes comprovam que a IA pode afetar até as questões criativas e da arte. E o impacto disso ainda é desconhecido.

FHOX: mais que uma revista, uma ferramenta indispensável para quem vive fotografia

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.