Inovação & Tech 2 semanas atrás | Leo Saldanha

Minutiae: um app “antissocial” que valoriza a impressão

O novo aplicativo quer ocupar um espaço que o Instagram e outras redes sociais não ocupam. Sem perfil ou a preocupação com seguidores, curtidas, comentários e compartilhamentos. Proposta inusitada envolve ainda um álbum exclusivo para os 100 primeiros compradores

por Revista FHOX

Imagine baixar um app de fotos que não quer que você compartilhe e nem se preocupe se vai ter curtidas e seguidores. Aliás, nem perfil você terá. Pois essa é a proposta do Minutiae. O app captura momentos aleatórios da vida do usuários por quase quatro anos. Por enquanto só disponível para iOS, o Minutiae já está sendo chamado de um aplicativo de mídia antissocial. Pois cria momentos só para o usuário sem a preocupação com engajamento e popularidade. Outro ponto importante: não é um serviço grátis. O usuário baixa o aplicativo e tem que fazer uma assinatura mensal de 15 dólares. Feita a assinatura o Minutiae entra em ação. Funciona assim: por mais de 1400 dias, o Minutiae envia solicitações diárias para você clicar em momentos aleatórios. Quando o aviso chega, abre uma janela de 60 segundos para fotografar e escolher uma foto para postar e ainda olhar posts de outras pessoas (sem nomes, tudo anônimo).

Os desenvolvedores da aplicação dizem que as redes sociais deixaram as pessoas mal acostumadas e afastando todos. Ou como o site do Minutiae diz em um manifesto no site: “o Facebook não quer seu dinheiro, ele quer seu tempo”. Logo, a proposta do novo app é ajudar o usuário a documentar momentos que ficam no meio do caminho.

O mais engenhoso da proposta é que eles preveem um álbum no final da jornada. Quando o usuário fechar o ciclo de 1440 dias o Minutiae promete enviar um arquivo com todas as imagens para imprimir. Aliás, a empresa estudando a opção do usuário ter suas fotos impressas automaticamente em dois photobooks. O serviço de impressão será de um parceiro que ainda não foi confirmado. Cada álbum deve custar 200 dólares e com todas as fotos por página. Essa versão simples está sendo estudada. Enquanto uma versão premium está confirmada. Trata-se de um álbum de luxo de 1440 dólares. Nesse caso com oferta limitada só para os 100 primeiros que comprarem se cadastrando no site. A impressão de luxo nessa versão será (segundo a empresa) feita internamente e encadernada por um parceiro em Nova York. Aqui vale o reforço de que só os 100 primeiros que fizerem o pedido poderão usufruir desse álbum sofisticado que terá 2880 páginas com fotos coloridas (na verdade são dois álbuns).

Para 2019, a empresa já prepara o app para Android. Resta saber se essa novidade terá espaço na concorrência com Instagram, Facebook, Snapchat, Twitter, WhatsApp e com a própria câmera do smartphone. A grande questão é: será que as pessoas vão querer um app que te manda fotografar em momentos indefinidos? Será que a pessoa vai conseguir fazer por tanto tempo? Será que as pessoas vão pagar por tanto tempo? A empresa diz que a cobrança da assinatura de 15 dólares mensais é para cobrir custos de armazenamento de fotos. Se existe demanda ou se dará certo só o tempo dirá. O que parece certo é que existe espaço para propostas anti-facebook e afins. Uma pesquisa recente da Fast Company mostrou 44% dos jovens norte-americanos (com idades entre 18 e 29 anos) disseram ter deletado seus apps do Facebook no smartphone em 2018. Um índice quatro vezes maior do que os usuários com 65 anos ou mais. Talvez a resposta para a “ressaca digital” esteja bem ilustrada no vídeo abaixo que bombou em 2017.

Contudo, os criadores do Minutiae estão conscientes de que a proposta deles não é para todo mundo. Na verdade, sem fins comerciais, Minutiae foi criado por um fotógrafo e um artista em uma obra coletiva e diferente de tudo o que já vimos por aí. E como toda obra de arte, o foco é mais na criação e em quesitos subjetivos. Independente da finalidade e se terá adesão ou não, o resultado final dessa ideia só vamos saber daqui quase 4 anos. http://www.minutiae-app.org 

Feira Fotografar 2019: o grande encontro da fotografia brasileira

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.