Apoie a FHOX Impressa e garanta recompensas incríveis!


Joias para embelezar as mirrorless da Fujifilm

Fotos: Andréa Leal

A coleção traz peças com acabamento em prata em sete opções de pedras preciosas diferentes: amazonita, malaquita verde, ônix preta, opala branca, quartzo rosa, lápis-lazúli e opala double, também conhecida como opala azul. Uma joia que oferece a oportunidade de personalizar e conferir charme e uma marca ao equipamento.

Saiba mais sobre cada uma das peças

Amazonita

Também chamada de “pedra Amazonas”, a pedra sagrada dos índios da Amazônia, tem uma beleza significativa. De coloração esverdeada, é apontada por promover o relaxamento dos pensamentos e estimular a força de vontade, harmonizar sentimentos, pacificar. É ligada aos signos de aquário e virgem, aos estudantes, concurseiros, artistas, profissionais da área de marketing e propaganda. Representa as bodas de 61 anos.

Malaquita verde

Pedra espiritual muito usada por civilizações antigas, principalmente no Egito, onde acreditava-se nos vários poderes curativos, por dar sorte e esperança. É conhecida como o cristal da esperança, da harmonia, do sucesso, dos bons acordos em negócios. É apontada por combater a timidez, estimulando a coragem, a intuição, espiritualidade, os sonhos. É ligada aos signos de Touro, Câncer, Escorpião, Sagitário e às profissões de médico, escritor, motorista, secretária, policial, terapeuta alternativo, publicitário e dançarino.

Ônix preta

Essa pedra é conhecida por blindar a áurea e proteger de qualquer vibração negativa e de questões como depressão, síndrome do pânico, fobias. Aumenta a percepção e aguça os sentidos, purifica as energias do ambiente, facilita a concentração, trazendo mais tranquilidade e certeza para as decisões da vida, para abrir caminhos e trazer prosperidade. É ligada aos signos de Virgem, Touro e Capricórnio e às profissões que dependem de habilidades manuais como artesões, costureiras, médicos, mágicos, dentistas, músicos e às bodas de seda, quando os casais completam 12 anos.

Opala branca

O cristal de opala tem o poder de nos proporcionar uma sensação de paz muito forte. É conhecida pelos especialistas por atrair o amor e melhorar as relações. Devido à sua forte energia, tem a capacidade nos fazer sentir em paz. O mineral atua tanto no despertar das emoções, intuição e na resolução de problemas, como ajuda a estimular a criatividade, a encontrar o que há de melhor dentro de si mesmo e aumentar o encanto e alegria diante da vida. É ligada aos signos de Touro e Peixes e às profissões de dançarinos e músicos.

Quartzo Rosa

De extrema beleza, o cristal de quartzo rosa é apontado por trazer boa sorte no amor e revitalizar o corpo, despertar bons sentimentos nas pessoas, o perdão, a aproximação, a união. Ele é conhecido por equilibrar as emoções e trazer harmonia, positividade, tranquilidade e confiança. Ajuda a esquecer os problemas do passado e ter autoconfiança e amor-próprio. É ligado aos signos de Touro, Gêmeos e Libra e às profissões ligadas à educação, professores, estudantes, cuidadores de crianças, artistas, jardineiros e às bodas de 14 anos.

Lápis-lazúli 

O lápis-lazúli ou lazulita é uma rocha metamórfica de cor azul, utilizada como gema ou como rocha ornamental desde antes de 7 000 a.C. em Mergar, na Índia (atualmente, Paquistão). A sua cor, azul escura e opaca, fez com que esta gema fosse altamente apreciada pelos faraós, sendo encontrada em muitos dos tesouros recuperados dos túmulos faraônicos e na máscara funerária de Tutankhamon. A pedra é apontada como um poderoso amplificador do pensamento, capaz de ajudar no alinhamento do corpo com a mente, aumentar as habilidades psíquicas, harmonizar as energias, nos colocar em contato maior com nossa essência e controlar nossa existência, aumentar o autoconhecimento, conseguir a iluminação. Tem afinidade com os signos Touro, Aquário e Sagitário.

Opala double, opala azul

Frequentemente muitas cores podem ser vistas simultaneamente nesta pedra, por conta da interferência e difração da luz que passa por aberturas regularmente arranjadas dentro do opala, fenômeno conhecido como jogo de cores. Um fenômeno original e bonito de jogo da cores. A palavra opala vem do sânscrito upala, do grego opallos e do latim opalus, significando “pedra preciosa.” A pedra preciosa conhecida por produzir lampejos das sete cores do arco-íris, é apontada por ajudar a visualizar um propósito, um estímulo para a vida, à memória, aliviar estresse e depressão, fortalecer a intuição. É ligada aos signos de Touro e Peixes e às profissões de dançarinos e músicos.

Sobre Mellina Machado  – A joalheira cria suas peças com exclusividade, sempre trabalhadas à mão na ourivesaria tradicional. Amante incondicional da beleza, música, natureza e arte, está desde 2009 à frente da marca Mellina Machado e usa o seu cotidiano como inspiração para criar um universo mágico, contemporâneo, repleto de gemas preciosas e metais nobres.

Mellina considera que além de criar joias, parte de seu trabalho é ajudar pessoas a realizarem os seus desejos, a inspirar mudanças positivas na vida de cada um e o mais importante, a fazer com que cada cliente se sinta único e especial através da arte da joalheria. Cada peça é criada para que represente ao seu cliente um valor emocional, um momento de sua vida que seja inesquecível.

 É em seu ateliê, no Jardins, em São Paulo, que ela recebe seus clientes com privacidade e exclusividade. A joalheira também conta com joias sob medida para noivas e debutantes.

As peças estão presentes em diversas publicações de renome como: Vogue, L’Officiel, Go Where, Luxo, Istoé, Veja, Quem, Harper’s Bazaar, além de adornar mulheres de bom gosto como LucianaGimenez, Fernanda Lima, Paola Oliveira , Thais Araújo  e outras personalidades

Sobre Andréa Leal – Piauiense de nascimento e pernambucana de coração, a fotógrafa Andréa Leal se especializou em fotografia de família para captar e eternizar o sentimento presente na atmosfera da gestação, partos, dos primeiros dias de vida dos bebês, em casa com a família, quando estão sendo construídos os laços que durarão para sempre. Descobriu o amor pela fotografia ao registar os filhos. Em 2013 começou a fotografar profissionalmente. Em 2015 abriu o primeiro estúdio e em 2017 inaugurou sua nova casa, um espaço totalmente planejado e de alta tecnologia considerado por Leo Saldanha, publisher Fhox, principal revista voltada ao ramo fotográfico brasileiro, um dos melhores estúdios do Brasil.

Embaixadora da Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos (ABFRN), única representante do Norte/Nordeste da Professional Photographers of América (PPA), única fotógrafa do Norte/Nordeste membro da Associação Profissional de Fotógrafos de Recém-nascidos (APNPI), única representante de Pernambuco membro da International Newborn Photography Association (INPA), membro da Associação Nacional de Fotógrafos Profissionais de Criança (NAPCP) e da Baby and Newborn Photography Association (ANPAS), Andréa fundou e preside a Associação Nordestina de Fotógrafos de Família (ANFF). Em seus projetos de caráter humano e documental, Andréa busca usar a fotografia para espalhar sementes das bandeiras que defende: a amamentação, o parto natural e humanizado, a presença mais efetiva dos pais na vida dos filhos, o respeito às crianças especiais e tantas outras. É fundadora do Instituto Luz Natural, que se propõe a utilizar a  fotografia como instrumento de valorização e mudança social.