5 meses atrás | Leo Saldanha

Governo Brasileiro investindo em blockchain e no fomento de startups inovadoras

Uma iniciativa atrelada ao Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação e que prevê financiamento de startups já em operação

por Revista FHOX

A ação ocorrerá via FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos) empresa pública que é ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação. O anúncio da FINEP foi feito no último dia 7 e é voltado para empresas envolvidas no desenvolvimento de tecnologias relacionadas ao blockchain, internet das coisas, realidade virtual, realidade aumentada e afins. Trata-se da segunda rodada de financiamento que deve ajudar a subsidiar essas empresas com foco em inovação. Uma forma de estimular o crescimento das startups. Contudo, as empresas devem comprovar a viabilidade comercial para receber esses aportes. O governo vai investir 30 milhões de reais em 30 startups.

Leia também: Movimento Imprimir 

Com limite de 1 milhão de reais por projeto. O prazo para fazer a inscrição é até o dia 28 de fevereiro e deve ser feito no site da FINEP. Quem passar pela primeira fase da seleção vai receber nova rodada de mais 1 milhão de reais. O Programa de Investimento em Startups Inovadoras quer fortalecer o Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. Ajudando a custear os negócios e contribuindo assim para a geração de renda e emprego (altamente qualificado) em uma categoria fundamental para o crescimento da nova economia digital no Brasil. Para aderir, existem exigências e requisitos da FINEP.

Segundo a notícia do Portal BitCoin as demandas são:

– As startups precisam ter o protótipo do Produto Viável Mínimo (MVP), prova de conceito ou já estarem realizando as primeiras vendas.

– Primeira Etapa: avaliação de plano de negócios – eliminatória e classificatória;
– Segunda Etapa: banca avaliadora presencial – eliminatória e classificatória;
– Terceira Etapa: visita técnica e avaliação de documentação jurídica – eliminatória.

– Além da oportunidade para startups de tecnologia blockchain, a instituição preparou financiamento para uma gama de áreas temáticas. Agritech, Cidades Inteligentes e Sustentáveis, Construtech, Economia Circular, Defesa, Economia Criativa – Jogos Eletrônicos, Educação, Energia, Fintech/Insurtech, Healthtech, Mineração, Óleo & Gás, Química e Materiais Bio-baseados.

– Podem se inscrever também empresas que desenvolvam soluções nas seguintes tecnologias: Biotecnologia, Inteligência Artificial, Internet das Coisas (IoT), Manufatura Avançada, Microeletrônica, Nanotecnologia e Realidade Aumentada, Realidade Virtual e Realidade Mista.

Tem um negócio inovador de fotografia? Um modelo de negócio viável? Vale a pena olhar e quem sabe se cadastrar nesse projeto. Saiba mais aqui:Programa de Investimento em Startups Inovadoras

Participe da primeira turma online da Escola de Negócios FHOX 

Feira Fotografar 2019: o grande encontro da fotografia brasileira

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.