Apoie a FHOX Impressa e garanta recompensas incríveis!


Google Pixel 6: o primeiro “smartphone Pro” da marca traz poderosos recursos fotográficos

Modelo estreia sensor fabricado pelo Google que oferece sofisticados avanços de inteligência artificial para fotografar

Pixel 6 do Google foi anunciado ontem (19) e trata-se do primeiro smartphone da marca com chip projetado pela própria empresa. O processador Tensor permite novos recursos movidos por inteligência artificial e aprendizado de máquina. O Google também inicia uma nova fase com sua primeira versão Pro. Na prática isso representar competir na categoria premium com as versões de ponta de outras fabricantes. São duas versões: o Google Pixel 6 e o 6 Pro.

Fotografia um nível acima – o Pixel 6 vem com uma faixa especial na parte traseira justamente um espaço para as câmeras. A câmera principal vem com 50 megapixels e outra lente com sensor de 12MP. O modelo Pro possui uma terceira lente com 48MP e zoom óptico de 4x. A versão Pro traz ainda mais memória

Especificação de tecnologia de pixel.  .  .
Foto de uma família com pele escura, sentada na praia.

Segundo a BBC, que entrevistou executivos da marca, os smartphones atuais dependem fortemente da “fotografia computacional” para tirar fotos boas e nítidas. É o que dá a cada fabricante de telefone seu próprio “visual” distinto para as fotos. “Por muito tempo, a Pixel é conhecida por sua fotografia incrível, o que é realmente uma função de nossa capacidade de fazer melhorias direcionadas à IA e ao aprendizado de máquina para a experiência da câmera”, disse Rick Osterloh, chefe de dispositivos do Google. “Com esta nova plataforma, com o Tensor, nós literalmente projetamos a plataforma para poder dar suporte ao trabalho mais avançado que temos em todos os aspectos da IA.” completou.

Uma mulher coloca um Google Pixel 6 no bolso

entre as novas funcionalidades, o Google apresenta uma espécie de “borracha mágica”, sistema do app do Google que identifica distrações nas imagens. Por exemplo, se tiver algum elemento “estranho” na foto o Google pode remover automaticamente. Vale para pessoas, fios, postes e outros elementos que incomodam em uma foto. Existe tanto a opção automática quanto manual.

Pixel 6 e Pixel 6 Pro

Outra novidade é o “deblur facial”. Ao tirar uma foto com a câmera traseira, a função usará todas as câmeras disponíveis e fará várias versões. Portanto, se uma pessoa está em constante movimento – como no exemplo do Google de uma criança pequena – a câmera tentará consertar um rosto desfocado combinando todos os dados e tentará descobrir como seria a versão sem desfoque.

Comparison of two images, a blurry one and one where the face is sharpened.

O novo poder de processamento em seu chip mais recente significa que a tecnologia agora pode ser aplicada aos vídeos à medida que são gravados, dando-lhes o mesmo tipo de estilo das câmeras estáticas do Pixel. Todos os poderosos recursos do processador se devem ao novo sistema. O chip Tensor é até 80% mais rápido do que o Pixel 5 de 2020, além de ser eficiente em termos de energia.