News 1 semana atrás | Leo Saldanha

Facebook compra Giphy

Segundo informações do Wall Street Journal o Giphy fará parte das operações do Instagram

por Revista FHOX

A notícia foi anunciada nos últimos dias e representa mais um importante investimento da maior rede social do mundo. Segundo especulações não confirmadas, o Facebook pagou 400 milhões de dólares pelo Giphy. O vice-presidente de produto do Instagram, Vishal Shah, disse que as empresas seguirão com acesso a biblioteca do Giphy. A empresa digital vinha crescendo nos últimos anos com direito a escritório em Nova York e bilhões de GIFs sendo gerados por mês. Mais do que isso, a empresa digital conta com um aplicativo próprio que é usado por milhões de usuários do mundo todo. Dando acesso aos GIFs de usuários e também permitindo a criação de animações exclusivas. O fato é que os GIFs fazem sucesso no WhatsApp, Telegram, Instagram e nas principais redes sociais do mundo. Também vinha sendo usado por redes de tevê e agências para divulgação de conteúdos exclusivos para programas e marcas.

15 Minutes of Fame Is Too Much. Try 6 Seconds. - The New York Times
O escritório da Giphy

O grande concorrente do Giphy é Imgur. O Facebook disse que 50% do tráfego de Giphy já vinha de suas plataformas e metade disso era do Instagram. De acordo com a BBC a compra ocorre no momento em que o Facebook vê um aumento de usuários devido a pedidos de bloqueio do Covid-19. Mas, nos meses que antecederam a pandemia global, a gigante das mídias sociais vinha enfrentando um escrutínio cada vez maior dos órgãos reguladores dos EUA sobre preocupações antitruste e que tinha muito controle sobre o espaço das mídias sociais. Fundada em 2013, a Giphy tem 300 milhões de usuários ativos mensais e 700 milhões de usuários diários. Diariamente são exibidos e compartilhados 10 bilhões de GIFs. A FHOX já mostrou o case da GIPHY nesse post: Giphy. 

Veja também: Marketing Básico para Fotógrafos

5 Minutes of Fame Is Too Much. Try 6 Seconds.