Conheça o Mercado FHOX! O marketplace especializado no mercado de fotografia e imagem!


Como duas empresas ucranianas que atuam com fotografia e imagens estão ajudando a defender o país

Uma ilustração f0r awareness, licenciada gratuitamente em Depositphotos. Imagem via FlyOfSwallow / Depositphotos

O banco de imagens Deposiphotos e o app Reface estão, cada uma da sua maneira, criando recursos e funções para ajudar a Ucrânia neste momento tão difícil

O banco de imagens Depositphotos tem sede em Kiev. A empresa criou duas coleções de imagens para fornecer uma visão honesta sobre a situação na Ucrânia, bem como reconhecer a falta de apoio de campanhas anti-guerra em todo o mundo, informa a Forbes.

A plataforma que atua com fotos e vídeos criou uma coleção de imagens batizada de: A verdade sobre a guerra da Rússia na Ucrânia e comícios internacionais em apoio à Ucrânia. São arquivos grátis para baixar e usar e ajudar a combater a campanha de desinformação russa. Para incentivar o compartilhamento, os links para esses álbuns foram enviados pela primeira vez aos usuários em um boletim informativo. O vice-presidente da Depositphotos Vadim Nekhai disse à Forbes que a censura restringiu as pessoas na Rússia de ver a verdade, então “a origem dessa ideia é enviar uma mensagem a todo o povo russo sobre o que realmente está acontecendo. Mesmo que uma pequena porcentagem de nossos clientes ou usuários realmente ouça, isso ajudará” disse Nekhai.

Reface é um popular aplicativo de troca de rostos que opera em Kiev com 200 milhões de usuários globais, incluindo Elon Musk, Dua Lipa e Snoop Dogg. A empresa está tomando medidas enviando notificações push com a seguinte mensagem: “A Rússia invadiu a Ucrânia”, para dois milhões de usuários. Ao tocar nos alertas, os usuários serão levados a uma apresentação de slides do conflito na Ucrânia, incluindo imagens de edifícios danificados pela detonação, bem como direcionados a informações sobre a invasão. Vídeos criados no aplicativo Reface agora também serão marcados com a bandeira ucraniana na esperança de chamar a atenção para o conflito.

A medida não foi bem vista por todos os usuários. De acordo com a Forbes, a área de avaliações do app foi inundada com uma estrela em resposta à atualização. Mas o CEO e fundador Dima Shvets comentou, “estamos arriscando tudo. Já temos muitas críticas de uma estrela, mas é um preço tão pequeno a pagar em comparação com nossas vidas e liberdade.” disse Shvets.