Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!


A chinesa VIVO anuncia X70 Pro+ e eleva ainda mais o nível da fotografia com smartphones

Com foco claro em fotografia e a parceria com a Zeiss, a nova linha oferece recursos sofisticados para fotografar

A chinesa VIVO anunciou a nova série X70 nas versões X70, X70 Pro e X70 Pro+. O enfoque é na fotografia de mais alto nível e de uma experiência de alto nível para quem quer fotografar com dispositivos móveis. O X70 Pro+ vem com câmera selfie de 32MP e a principal tem uma lente com sensor de 50MP, um de 8MP tele (125mm) equivalente, outro sensor de 12MP tele (50mm equivalente) e um ultra wide de 48MP (14mm equivalente full frame). O sensor de 50MP é o da Samsung ISOCELL GN1 com abertura de f/1.5 e com detecção de fase no AF, Laser AF e estabilização de imagem. O sensor de 48MP impressiona pelo sistema de estabilização 3.0 que usa a mesma tecnologia do Sony IMX598 que já era usado no X60 Pro+. O X70 Pro+ aprimorou a tela (6.8 polegadas), bateria e o processador. 

Vídeo – O X70 Pro+ filma em 8K a 30fps e também em 4K a 60fps. Tudo com estabilização de imagem semelhante ao que já era encontrado no X60 Pro+. A parte de processamento funciona com a força do chip Snapdragon 888+ 5G

Parceria de respeito – A Zeiss é a grande parceira fotográfica na parte óptica e de lentes. Com um sistema de flash LED dual-tone e na lente a assinatura da camada T que reduz distorções e “flare”. A X70 em sua linha vem com mais simulações de bokeh inspiradas nas lentes Zeiss Distagon, Planar e Sonnar. Para retratos parece que vai fazer muita diferença: 

  • Distagon perfeito para fotografia de arquitetura e fotografia de ambientes internos. Também indicado para uma estética mais cinematográfica. 
  • Planar oferece os efeitos clássicos de bokeh para retratos sofisticados. 
  • Sonnar gera um efeito bokeh diferenciado para eventos mais autênticos. 

Além do Snapdragon, essa linha traz o Chip V1, sensor de imagem customizado e desenvolvido 100% pela VIVO. Uma tecnologia que envolveu mais de 300 pesquisadores e desenvolvedores que criaram um chip fotográfico com recursos de inteligência artificial que reduz ruído e melhora a imagem de forma considerável.