Entrevistas 3 anos atrás | Leo Saldanha

Vida de fotógrafo radical

Pablo Vaz é embaixador mundial da Pelican. Fotógrafo trabalha com fotografia de esportes extremos e principalmente de skate

por Revista FHOX
VAZ_1
Pablo Vaz. Fotógrafo acostumado em retratar situações extremas e locações exóticas

O curitibano Pablo Vaz (29) é fotógrafo, jornalista e skatista. Vaz acaba de fechar uma parceria com a Pelican e se tornou um dos embaixadores mundiais da marca que fabrica cases e mochilas. Ele trabalha voltado para a fotografia de esportes radicais e também publicidade. Hoje atua com força na fotografia de skate e atendendo grandes marcas brasileiras e internacionais.

Veja abaixo a entrevista pingue-pongue com o profissional que fala sobre suas atividades e dos desafios de trabalhar no segmento.

FHOX – Você fotografa desde quando? Como começou e por que fotografia de esportes?
Pablo Vaz – Eu iniciei na fotografia em 2013, então com 17 anos de idade, pois tinha uma pressão para dar um rumo na minha vida, e então num “start” resolvi que seria fotógrafo, mesmo nunca ter tido qualquer relação com uma câmera fotográfica e até mesmo a fotografia. Eu andava de skate já na época e decidi que esse esporte seria o assunto o qual eu me dedicaria em relação a fotografia, pois gostava de todo o lifestyle envolvido e queria presenciar ainda mais tudo aquilo.

FHOX – Como atua hoje nesse segmento? Pode contar alguns trabalhos especiais?
Pablo Vaz – Hoje, continuo bem ativo na fotografia de skate, com trabalhos publicados em diversas mídias e empresas nacionais e mundiais. Tenho na minha cartela de clientes as melhores companhias do segmento. Mas também expandi meu trabalho para outros esportes e, mais atualmente para a publicidade. Nesse cross de áreas, tive a experiência de fotografar Stock Car por dois anos, cobrir três edições dos X Games para a ESPN, viajar boa parte do mundo fotografando skatistas. Esse ano também fiz algumas campanhas para a Budweiser, como toda a fotografia da ação do Superbowl NFL e também da campanha YourTour para os shows dos Rolling Stones e Iron Maiden.

O maior desafio de atuar no segmento no qual estou é parecido com todos os demais: É se manter valorizado e “concorrendo” com pessoas que não pensam da mesma forma e buscam o seu “lugar ao sol” denegrindo o mercado com preços baixos.

FHOX – Como surgiu a parceria com a Pelican?
Pablo Vaz – Eu uso os cases da Pelican apenas há dois meses, pois antes usava equipamentos de outra empresa a qual eu tinha apoio. Então comecei a ter contato com o pessoal da Pelican e ano passando quando estava morando em Los Angeles cheguei a ir até a cede deles. Então, em dezembro, recebi o convite para fazer parte desse programa, até então inédito na marca, e aceitei na hora. Com os meses de preparação e o lançamento do programa, estamos iniciando agora oficialmente nossa parceria e tenho recebido um respaldo muito positivo por parte deles.

FHOX –  Qual o grande desafio de atuar nesse segmento?
Pablo Vaz – O maior desafio de atuar no segmento no qual estou é parecido com todos os demais: É se manter valorizado e “concorrendo” com pessoas que não pensam da mesma forma e buscam o seu “lugar ao sol” denegrindo o mercado com preços baixos. Pois não adianta ter qualidade, quando o que o cliente só vê valores. O que acaba saindo mais caro futuramente.

Confira algumas fotos clicadas por Pablo Vaz: