Entrevistas 4 dias atrás | Thalita Monte Santo

Fotógrafa conta como está lidando com a quarentena

"Os próximos três meses serão um desafio. Ainda não consegui pensar na estratégia"

por Revista FHOX

Evento marcado, contrato assinado e preparação a cobertura de mais um evento. No entanto, um novo vírus chega ao Brasil e tudo o que estava agendado é cancelado. O que fazer? Como lidar com o orçamento? Como ajudar o cliente, que neste momento também enfrenta dificuldades? 

Conversamos com a Fotógrafa Camila Oliveira, de Mateus Leme, Minas Gerais, que fotografa de tudo um pouco e está tendo que lidar com agendas e a reinvenção do seu negócio. Confira: 

Fotógrafa
Camila Oliveira (arquivo pessoal)

Como está sendo lidar com a situação no momento? Já estava com a agenda fechada? Clientes cancelaram eventos?
Muito complicado. Eu moro no interior e atuo também na capital. Acredito que o maior desafios seja organizar a agenda. Não tem jeito, evento precisa ser adiado. Mas também não sabemos até quando. A gente tenta fazer o melhor para o cliente, mas não deixa de ser muito triste pra quem fica tanto tempo planejando um dia, que é um sonho. 

Quais os impactos que as medidas de isolamento podem trazer ao seu trabalho? Que consequências podem ter a médio e longo prazo?
Acredito que o impacto financeiro já está sendo desesperador. Alguns pagamentos são feitos às véspera dos eventos e, com isso, acabam sendo adiados. Muitos acabam cancelando contrato. Os próximos três meses serão um desafio. Ainda não consegui pensar na estratégia… mas vamos ter que usar da criatividade.

Fotógrafa
Camila Oliveira (arquivo pessoal)

Como está reorganizando sua agenda?
Na verdade estou desorganizando. Muitos clientes adiando tudo para o final do ano e, com isso, acumulando muitos eventos na mesma semana/dia. Eu tento não pegar mais de um evento por dia… vamos ter que rever os horários e, provavelmente, passar eventos para colegas parceiros.

Há algo que deseja falar para outros profissionais que também estão passando por essa situação?
É na crise que nos reinventamos. precisamos ter calma para acalmar nossos clientes… e aprender com tudo isso. Acredito que vamos superar logo. Não devemos, nunca, ver nossos colegas como concorrentes… nessas horas precisamos um dos outros. Acredito muito nessa corrente do bem.

Que dicas pode dar para que o tempo de quarentena seja bem aproveitado?
Manter a organização, da sua cabeça e do seu corpo. Acorde como se fosse sair para trabalhar, mantenha sua alimentação…Se mantenha atualizado sobre o que está acontecendo, mas tire um tempo para ver coisas bobas, fofas, filmes, ler um livro…Acredito que cuidar da saúde mental nesse momento é o grande desafio e é fundamental dar atenção a isso.

Escute o depoimento da fotógrafa:

 

E você, como está lidando com a situação? Conta pra gente, queremos saber. Escreva para thalita@fhox.com.br. Aproveite também para acompanhar a Semana de apoio e suporte na fotografia, que está acontecendo diariamente no Instagram da FHOX, com transmissões ao vivo para ajudar a comunidade da fotografia.