Por Fernanda Giarato
Fernanda Giarato é uma das mais competentes e talentosas fotógrafas de família e gestante de São Paulo. Palestrante de eventos como Digipix Experience, FHOX Newborn e Fhox Talks da Feira Fotografar. Ela conta com um negócio que atende clientes em busca de sessões de alto nível com experiências diferenciadas na fotografia de gestante e de família.

Os diferentes e possíveis estilos para se fotografar uma gestante

por Revista FHOX Publicado há 2 anos atrás | por Fernanda Giarato

Oi 🙂 Que bom estar aqui de novo!!!

Nesse post de maio vou mostrar, com ajuda de alguns amigos fotógrafos, os diferentes estilos possíveis para fotografar uma gestante. Cada um com sua graça e seu toque especial na hora de fazer as fotos de uma futura mamãe. Tem estilo para todos os gostos, e é maravilhoso quando paramos para pensar o quanto nosso mercado está diverso e amplo!

É comum que algumas pessoas – fotógrafos ou clientes – torçam o nariz para alguns estilos, ou por acharem simples demais e sem graça, ou com muita informação e fora do comum. Com isso, temos clientes e fotógrafos para todos!

Vamos conhecer esses estilos?

1- O ensaio externo

Esse estilo é o que quase todo fotógrafo escolhe para o início da carreira, por ser a forma com custos mais baixos de investimento na hora de atender sua cliente. Foi onde eu comecei e me apaixonei de vez pela fotografia, sabendo que era a carreira que queria para o resto da vida. Ainda é o meu estilo favorito, pois podemos brincar com a luz do sol, as sombras, o vento, o verde, as cores, a arquitetura e as estações do ano.

E são nas estações do ano que temos dois dos nossos maiores contras na fotografia externa: a chuva e o frio intenso. Aqui em São Paulo, às vezes temos chuva por duas semanas inteiras e dias de frio que podem chegar a 5ºC durante o dia de inverno – em alguns outros estados do nosso país essa temperatura pode diminuir muito! Tadinhas das grávidas com a barriga de fora!

Muitas vezes precisei remarcar ensaios mais de três vezes, por não ter outra opção. E quando o sol finalmente aparece, os parques parecem que fazem brotar fotógrafos do chão! Quem é daqui da capital sabe que é exatamente assim. Mas isso é o de menos: às vezes acontece de, infelizmente, perdemos as clientes por não conseguirmos remarcar para atende-las.

Com certeza os prós são muito maiores e os resultados numa locação externa em um dia incrível é muito compensador para nós e principalmente para o casal que tanto sonhou com aquele ensaio no parque, ou na praia, ou num campo, ou num lugar urbano.

As muitas possibilidades que temos faz esse ser o estilo mais procurado pelas gestantes.

01Fernanda Giarato

2- O ensaio lifestyle

Normalmente, o fotógrafo que faz o ensaio externo também faz o ensaio lifestyle na casa da gestante, quando ela prefere registrar o ensaio no conforto do lar que amam, independente se é uma casa enorme ou um apartamento bem pequeno.

O ensaio lifestyle não precisa ser necessariamente dentro da casa: ele pode se expandir para o jardim, para a rua ou ate mesmo para a sorveteria que a família adora frequentar. Essa é uma das opções que temos nos dias de chuva e frio, mas pouquíssimas clientes aceitam a troca quando já estão com o externo em mente.

Quando o ensaio lifestyle acontece é porque a cliente sonha com que seja dessa forma! E a ideia é que sejam fotos naturais e que seja preservada ao máximo a identidade daquele casal. É muito importante questionarmos sobre a luz natural dos ambientes ou irmos analisar no local antes de fecharmos o ensaio lifestyle. O ideal é que não seja um dia escuro, para fotografarmos sem problemas por falta de claridade ou por sombras muito duras que atrapalhem.

Eu adoro muito esse estilo! Poder fotografar um momento tão lindo no intimo daquela família é sensacional. A gestante/casal tente estar menos tímidos e o ensaio flui muito bem deixando eles muito felizes ao verem as fotos prontas.

02Fernanda Giarato

3- O ensaio lúdico

Inspirado na fantasia dos contos de fadas, os ensaios lúdicos estão super em alta para as grávidas que sonham em ter uma dia de princesa de filme. Sais longas de tule, coroas e tops de flores, asas de anjo, capas e tecidos esvoaçastes são as marcas registrada deste estilo que vem fazendo muitos fotógrafos aderirem a este formato de ensaios. A maioria dos fotógrafos deste estilo fazem as fotos no estúdio, mas alguns deles também fazem em locações externas, às vezes.

Os custos são bem altos devido aos diferentes e caros adereços e figurinos que os fotógrafos precisam adquirir em pequenos espaços de tempo, por não poderem ser repetidos com freqüência. É o estilo mais marcante de todo. Pode ter certeza que se você faz ou pretende fazer, a sua postagem não passará batido!

Um dos fotógrafos brasileiros que vem se destacando neste estilo é William Espósito. Perguntei para ele o que as gestantes enxergam no seu estilo e por que escolhem fazer um ensaio lúdico. “Acredito que as gestantes acabam procurando o meu trabalho porque desejam um registro bastante específico e ligado a seu imaginário criativo. Meu trabalho remete e vai de encontro com esse inconsciente do sonho, da magia relacionada ao nascimento de uma nova vida. Por isso sempre faço questão de utilizar a fumaça que eu trouxe da minha experiência com o teatro também a iluminação. Essa questão lúdica no meu trabalho é que chama a atenção traz a experiência vivida que ficará indelével e atravessará o tempo, assim como a realização de um sonho dessas futuras mamães”.

03William Espósito

 4- O ensaio subaquático

O primeiro registro de uma fotografia subaquática foi em 1853, mas a primeira vez que eu vi um ensaio de gestante embaixo d’água foi no final de 2013 do fotógrafo americano Adam Opris e lembro bem de me encantar pela leveza que a fotografia dele transmitiu para mim. Hoje, alguns fotógrafos brasileiros trouxerem esse estilo para nossa realidade. A Carla Durante é uma delas quem vem encantando as gestantes com esse estilo relativamente novo aqui no Brasil.

Em conversa com a Carla, ela me disse que para um fotógrafo iniciar na fotografia subaquática, além de seu equipamento fotográfico, câmera e lentes, ele precisa investir em outro equipamento que o torna a prova d’água que pode variar de 800 reais podendo chegar a 8mil dólares indo do mais simples até o mais top profissional e também ter ou alugar uma piscina bem limpinha e quentinha para fotografar suas clientes.

“Dei o nome ‘Memórias a prova d’água’ à minha fotografia de gestante que é feita na piscina. É um ensaio para a gestante no qual o casal mergulha na água, que deve obrigatoriamente estar cristalina e com temperatura agradável, que proporciona, além de belas imagens, uma gostosa conexão com o bebê. A leveza do meio líquido que relaxa o corpo traz a deliciosa sensação de estar transbordando amor. É como se a água servisse de meio condutor para espalhar e levar esse sentimento ao filhinho que em breve vai nascer. Cabelos e tecidos seguem o movimento da água. É como se o meio líquido emprestasse, através da sua fluidez, um estado pleno, um estar presente, estar conectado.

A mãe sente-se leve, uma vez que seu líquido amniótico a faz experimentar uma relação de gravidade parecida com a que o seu bebê sente dentro do seu ventre. Enfim, uso tudo isso como elementos que podem levar sua imaginação a criar sensações e memórias agradáveis que estarão em seu inconsciente de forma mágica e sutil. E quando, no futuro, ela olhar essas imagens tão fluídas e plasticamente belas, se lembrará que encantador e nobre foram os meses de gestação do seu bebê. Eu fotografo um estado sublime!”

04Carla Durante

5- O ensaio clean no estúdio

Como contei no meu post do mês passado, no inicio de 2016 eu abri meu estúdio. Me inspirei muito nas fotógrafas gringas que fazem fotos muito cleans, com poucos elementos, onde o foco maior é a pessoa fotografada. Esse estilo pode ser feito num estúdio de luz natural, num estúdio com flash ou num estúdio com led. No meu caso, uso a luz natural e o led, muitas vezes uma auxiliando o outra.

Quem fotógrafa em estúdio tem a seu favor o conforto da gestante estar em um lugar aconchegante, de ter o serviço de maquiagem e cabelo e mesmo que o mundo esteja desabando do lado de fora não há a necessidade de cancelar o ensaio devido ao tempo.

Um fator contra é que a fotografia de estúdio é bem mais limitada se formos comparar com a fotografia externa, e por isso rendem bem menos fotos. Temos que inovar a todo momento trazendo ideias diferentes, fundos fotográficos, hobes, camisolas, tudo bem clean, mas com variações de cores para que o nosso gosto pessoal não interfira na identidade e no estilo das gestantes. Devido a isso e às contas fixas de um estúdio, o custo de mantê-lo é relativamente alto. Por isso, muitos fotógrafos esperam tanto antes de tomarem decisão final de abrir o seu.

Algumas das minha clientes acabam fechando o estúdio e o externa por não conseguirem decidir qual gostam mais, outras sempre sonham em fazer seu ensaio no estúdio para ter mais privacidade, fotos com menos roupas ou lingeries. Algo que em um parque seria impossível.

Direção leve e resultados sublimes é o que marca esse estilo de fotografar as grávidas.

05

Espero muito que tenham gostado e que de alguma forma principalmente para os iniciantes, esse post tenha ajudado. No mês que vem, volto para falar sobre o relacionamento com a cliente gestante até a entrega entrega do trabalho.

Um beijo e até lá!