Por Blog Newborn
Blog sobre fotografia de recém-nascidos. Para falar de práticas e temas importantes sobre o mercado que mais cresce na fotografia brasileira. Apoio e conteúdo da ABFRN - Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nacidos - abfrn.com.br/ redacao@fhox.com.br

“O tempo passa e a fotografia fica: a importância da impressão no ensaio newborn”

Laura Alzueta mostra o quanto é importante a impressão na fotografia newborn. Aliás, algo que vale para todos os segmentos do mercado fotográfico

por Revista FHOX Publicado há 1 ano atrás | por Blog Newborn

fotografia newborn_LauraAlzueta_000

por Laura Alzueta, fotógrafa e diretora-fundadora da ABFRN.

Desde pequena cresci olhando para as fotos de nós, os 5 filhos, impressas em fine art em quadros na parede do quarto dos meus pais. Minha mãe nos levava ao estúdio de uma fotógrafa em Montevideo, onde nasci, com aproximadamente 1 ano para fazer esses lindos retratos em preto e branco que marcam a nossa história. E já duram 50 anos!!

Essas fotos tem cheiro de infância: olho para elas e me vejo brincando com meus irmãos, lembro do cabelinho loiro do caçula, das bochechas de minha irmã menor, enfim dos detalhes de cada um. Parece que estamos correndo juntos pelo quintal!!

fotografia newborn_LauraAlzueta_005

Os quadros lá na parede são a memória viva de nossa família e isso sempre me marcou. Então quando deixei a publicidade e começei a fotografar famílias sonhava em entregar meu trabalho impresso, não só em ampliações ou álbuns mas também em quadros.

É fundamental imprimir o seu trabalho de fotografia! As crianças adoram se ver nelas, pequenininhos nos braços de seus pais. É como se sentissem todo o amor que havia ao redor delas desde o primeiro instante em que vieram ao mundo. Os álbuns do bebê ou newborn são a construção da memória afetiva da criança.

fotografia newborn_LauraAlzueta_006

E os quadros? Costumo dizer que quero clientes que valorizem a fotografia. E quem gosta de fotografia adora colocá-la nas paredes. Hoje há galerias especializadas e até feiras específicas como a SP Foto Arte onde se vendem fotografias como obras de arte. Pois realmente é o que são! Vou lá todos os anos para namorar os quadros e sonho com o dia que poderei investir em um deles para minha casa! O fato é que a fotografia como obra de arte de uns anos para cá, entrou na moda, o que é muito bom para o mercado e especialmente para nós fotógrafos. E sem fazer comparações evidentemente, mesmo que nosso trabalho seja com famílias e bebês, podemos pegar carona nessa onda e deixar nosso trabalho impresso nas paredes dos clientes.

 

Pense bem: seu cliente investe tanto no enxoval do bebê, que é tão efêmero. Porquê não investir em algo que dure para sempre? Que evoque os sentimentos mais divinos de um tempo breve e que não volta mais?

Nós fotógrafos temos que investir nisso, gastar tempo e energia para que o trabalho seja impresso!! E lutar pra vendê-lo dessa forma, não apenas entregar um pendrive ou pior ainda, um link de dropbox como se fosse descartável! Aquela foto ficará perdida em meio a um milhão de outras fotos no HD dos pais do bebê.

fotografia newborn_LauraAlzueta_002

Sempre tive algumas premissas básicas em meu trabalho de fotografia e vou dividi-las aqui com vocês, pois me ajudaram muito a ter foco no meu negócio:

  1. Sou fotógrafa e não designer. Então desde que começei a fotografar profissionalmente, terceirizava o design de meus álbuns. Nunca diagramei, nem quis aprender a mexer em programas como Indesign, muito menos perder meu tempo com isso. Hoje consegui ter em minha equipe uma designer para entregar sempre um album impresso que valorize minhas imagens! Mesmo hoje com programas prontos de diagramação como o Smart Álbum, você perde tempo em fechar arquivos, conferir as imagens, enviar etc.
  2. O tempo é nosso bem mais precioso hoje em dia. E quero otimizar meu tempo de trabalho: ele deve ser investido em aperfeiçoar o que sei e gosto de fazer: fotografar.  Como trabalhei por muitos anos em agências de publicidade, adquiri uma visão estética apurada e sei como aperfeiçoar um layout de forma a valorizar o conceito e a imagem. Mas não ponho a mão na massa, só aprovo ou palpito!!
  3. Sempre entrego minhas fotos impressas em papel de boa qualidade. Não abro mão disso. Quando o cliente ao negociar orçamento pede desconto e diz que quer apenas as fotos digital, que não precisa papel digo a ele que as ampliações são um presente. Não quero que ele imprima as fotos no supermercado da esquina e ache que minha foto está verde por exemplo! Zelamos tanto pelo resultado final, investimos horas no tratamento das imagens que o acabamento deve estar à altura!
  4. Preciso de bons fornecedores: uma boa qualidade de álbuns e impressões vai valorizar ainda mais minhas fotos, reproduzindo fielmente suas cores e texturas.
  5. Preciso de agilidade na entrega: seu eu tivesse que ir pessoalmente buscar as impressões (como até fazia no início quando tinha poucos trabalhos) obviamente não daria conta. Então procurei fornecedores que me entregassem os trabalhos rapidamente, na velocidade em que andamos por aqui no estúdio.
  6. Resolvi padronizar formatos, modelos e molduras (no caso dos quadros) para poder entregar trabalhos bonitos com agilidade. Se você dá muitas opções ao cliente ele se perde. Então escolhi 3 ou 4 modelos que me agradam e montei uma tabela de produtos. Sempre há exceções mas se voce tiver um padrão a vida fica bem mais fácil.
  7. O cliente é visual: os quadros e os álbuns vendem bem se estiverem bem expostos. Decore suas mesas com álbuns e encha as paredes com lindos quadros. Suas vendas vão subir e seu ticket médio por sessão irá aumentar de forma considerável! Pode ter certeza!
  8. Ajude seu cliente a visualizar como a casa dele irá ficar: nós sempre fazemos um layout a partir de uma foto que o cliente nos envia – de celular mesmo- da parede onde ele quer colocar os quadros. Um trabalho a mais, mas que dá segurança ao cliente e o deixará tranquilo ao investir com você.
  9. Seu melhor multiplicador é seu próprio cliente! Quem não quer ter seu trabalho exposto nas paredes da casa do cliente? Ele irá se lembrar para sempre de você e dos momentos gostosos que passou em seu estúdio fotografando seu bebê. E claro, irá indicar para todos os amigos!
  10. Nunca jogue os arquivos finais fora: os clientes voltam!! (mesmo que você diga a eles que irá descartá-los após XX dias). O nascimento de um bebê é uma fase de muitas mudanças e também de despesas novas no orçamento familiar. Então muitos clientes voltam, um ano depois pedindo para fazer o album ou um lindo quadro para a casa nova. E se não voltarem, que tal um email marketing lembrando que podem fazer um lindo quadro alguns meses após o ensaio?

fotografia newborn_LauraAlzueta_001

Muitas famílias deixam o álbum do casamento na sala para todos possam ver e agora incluem também o album do bebê. Meu sonho é que todas elas imprimam suas fotos e as coloquem nas paredes. E ao olhá-las se lembrem sempre de quanta alegria e emoção havia entre eles naquele momento. Quem sabe assim o mundo se enche de mais amor? Bem que estamos precisando não é mesmo?

fotografia newborn_LauraAlzueta_007

Laura Alzueta é publicitária graduada na ECA-USP, hoje em seu estúdio em São Paulo dedica-se apenas a retratar famílias, gestantes e bebês e especializou-se nos recém-nascidos. Atenta aos detalhes, suas imagens possuem uma expressão simples e orgânica. Desde 2011, compartilha sua técnica através de cursos e palestras nos principais eventos de fotografia do Brasil como Feira Fotografar (foi palestrante da Nikon), NewbornPhoto Conference, Wedding Brasil, Estúdio Brasil, entre outros. Já são cerca de 600 alunos que realizaram seus cursos presenciais e mais de 750 bebês fotografados.  É autora dos cursos online: “A arte e a técnica de fotografar Recém-nascidos”,  “Fotografia de Bebês: o passo a passo do primeiro ano” e “Erros e Acertos na Fotografia Newborn, todos na Photos TV. É também uma das fundadoras e diretora da ABFRN.