meu.MKT: a forma de começar direito na fotografia

Nova iniciativa da Escola de Negócios FHOX prevê conteúdo para ajudar as questões de marketing para os iniciantes que buscam viver da fotografia

por Revista FHOX Publicado há 8 meses atrás | por Leo Saldanha
meu.MKT: um novo projeto (acessível) para ajudar os entrantes da fotografia

Comprei a câmera, criei site e conta no Instagram. Fiz workshops, participei de congressos e cursos on-line. Já tenho minha foto de avatar segurando uma câmera. Já tenho fotos de portfólio já que investi tempo e dinheiro para criar belas fotografias. Tudo pronto! Agora esbarrei com a pergunta mais importante: como vou vender e atrair clientes? Chega a ser paradoxal que os fotógrafos coloquem todos os esforços para aprender a fotografar (a parte técnica) e dedique tão pouco tempo em marketing e conhecimentos de negócios. Aliás, trata-se de uma parte da fotografia cada vez mais deixada de lado. Com até um certo preconceito. Após três anos atuando com a Escola de Negócios FHOX fui cada vez mais sendo abordado por entrantes da fotografia. Gente que quer começar direito entendendo e aplicando os conceitos de marketing para viver de fotos. Ouvindo esses clientes decidi criar um projeto alinhado com a missão da FHOX. Nivelar o mercado por cima mostrando que dá para adicionar valor no seu negócio se você usar o marketing corretamente na fotografia. Assim surgiu o meu.MKT, mas antes devo contar como foi esse processo.

Turma do Rio em parceria com a Escola Brownie 41

Escola de Negócios FHOX – Faz quase três anos que criamos a ENF e de lá para cá o aprendizado foi gigantesco. Entendendo em turmas presenciais o que é importante para acertar o marketing na fotografia. Algumas lições foram marcantes: preço é uma questão e mais do que isso. De como se posicionar e quais formas agir para obter resultados efetivos com produtos e serviços na fotografia. O que é sintomático no mercado para fotógrafos entrantes é começar a divulgar e investir em promoção. Quando na verdade deveriam enfocar em uma estratégia completa que levasse ao alinhamento correto do marketing antes de promover e definir preço. A turma presencial gerou interesse de gente começando ou de profissionais querendo algo mais personalizado. E como ouvir os clientes e prospects é algo fundamental decidi criar o R.U.M.O.

R.U.M.O. – Uma atividade 100% on-line com múltiplos pontos de contato. Do WhatsApp ao atendimento no Skype. Tudo no tempo do participante e de acordo com as necessidades de cada caso. Dessa experiência individual surgiu a procura de empreendedores que não querem se expor em grupos (na turma presencial). Profissionais que precisam de atendimento individual e de fato customizado. Uma orientação concreta e baseada em informações, tendências e no caso do participante. Dessa vez ocorreu uma grande procura de entrantes. Ou daqueles que precisam de uma resposta mais básica, de entender o que é o marketing para quem atua com fotografia para viver. Algo que o R.U.M.O. não atendia exatamente. Notando essa necessidade a partir da própria demanda resolvi criar o projeto meu.MKT.

Sem base não dá para avançar – Tanto na ENF quanto no RUMO reparei em algo. O interesse constante de muitos iniciantes. Gente interessada que mandava e-mails ou mensagens no WhatsApp. Só que todos com algo em comum: reclamando estarem sem condições de arcar com um seminário presencial ou uma orientação mais custosa. Logo, senti a necessidade de criar algo específico para esse profissional que está dando os primeiros passos. E que quer começar direito e não encontra informações “sem fórmula pronta” ou “receitinha mágica”.

meu.MKT então surgiu dessa necessidade do interessado em viver da fotografia e que não consegue entender a dinâmica do marketing na fotografia. Trata-se de uma proposta de esclarecer os alicerces do marketing na fotografia e de como aplicar para cada caso. Surge como uma combinação de conteúdo explicativo e orientação inicial para quem está iniciando no mercado. Vejo como uma causa importante da FHOX. De poder atender e ajudar em um ponto tão crucial e ainda deixado de lado pelos fotógrafos (mesmo os mais experientes). Ou seja, usar a ferramenta do marketing para atrair e manter clientes. E fazer com que o fotógrafo(a) perceba de uma vez por todas que o que tudo o que ele faz já é marketing. E que se não tivermos cuidado com isso teremos problemas no mercado como estamos tendo (como guerra de preço, por exemplo). Logo, se o profissional entrante entender a essência da atração e manutenção de clientes as coisas podem fluir melhor no negócio de fotografar. E o meu.MKT surge justamente para atender quem está começando e precisa de conteúdo concreto, útil e ao mesmo tempo que seja mais em conta em termos de investimento.

Novo livro chegará em fevereiro.

Marketing Básico para fotógrafos (ou negócios de fotografia) – Junto com o meu.MKT o participante recebe o novo livro “Marketing Básico para fotógrafos” que chegará ao mercado em fevereiro. Esse livro é o elo final que deve completar a oferta para fotógrafos iniciantes entenderem os conceitos e de que formas podem aplicar ao negócio da fotografia. Creio que é algo fundamental e uma questão de responsabilidade da FHOX com tantos anos de mercado. Logo, espero que esse programa ajude mostrando que viver da fotografia não é fácil e precisa de uma série de cuidados para se atuar de forma realmente profissional nesse ramo cheio de oportunidades (e ameaças).

Então se você está começando na fotografia (ou não consegue entender o marketing nas questões mais básicas) chegou a sua hora de aprender sobre o tema de uma vez por todas e com um valor acessível. 

Saiba mais clicando aqui: Quero meu.MKT