Blog do Léo
Por Leo Saldanha
É publisher da FHOX e também responsável pela Escola de Negócios FHOX leo@fhox.com.br

Feliz Dia da “Imagem Verdadeira”

por Revista FHOX Publicado há 9 meses atrás | por Leo Saldanha
Foto: Transparência Coimbra

Temos duas datas para comemorar a fotografia. Uma nesse dia 8 de janeiro para celebrar o Dia Nacional da Fotografia (e outra data em 19 de agosto, Dia Mundial da fotografia). Sempre que chegam esses dias as piadas são quase as mesmas. “Feliz dia do faz umas fotinhas grátis para mim…” e por aí vai. Mais do que publicações nas redes sociais ou imagens com frases de efeito (fotográficas), talvez a melhor utilidade dessas ocasiões seja fazer uma pausa e refletir. Com a vantagem que temos a chance de fazer isso agora e em agosto (qual outra atividade tem essa chance?). Contudo, ao contrário do que parece, tanto agora quanto no meio do ano não se trata de um dia só dos fotógrafos, afinal celebra-se a fotografia. Ou seria Dia Nacional do Fotógrafo Profissional. Sem esquecer que hoje temos mais smartphones do que habitantes no Brasil. Isso quer dizer: tem mais câmera do que habitantes. Os fatos reforçam essa afirmação. Pois não esqueça que também somos o segundo país do mundo no uso do Instagram. Somos muito visuais. Na USP, o curso de audiovisual está entre os cinco mais disputados já tem alguns anos. Vivemos na era da imagem. Apple, Google, Amazon, Netflix, Facebook/Instagram e outras grandes marcas do mundo usam a imagem (foto e vídeo) para suas inovações. Foto e Vídeo ajudam a vender e muito. Câmeras são itens diferenciais para venda de aparelhos de ponta dos principais fabricantes de smartphone do mundo.  Então, seja em janeiro ou agosto. Melhor não seria dizer? Feliz Dia do Melhor é se Acostumar com Todo Mundo Sendo Fotógrafo.

Sebastião Salgado. Um dos melhores fotógrafos do mundo é brasileiro – foto: rep.

Só não esqueçam. Hoje é o dia nacional da fotografia (ou do fotógrafo) então vamos abordar o que temos de melhor por aqui. Um dos maiores e mais respeitados fotógrafos do mundo é brasileiro. O mestre Sebastião Salgado. Temos fotógrafos talentosíssimos na fotografia de casamento, newborn e família. Estamos sempre os melhores do mundo em qualquer uma dessas categorias. A fotografia autoral brasileira se destaca cada vez mais na cena internacional. Temos instagrammers brilhantes e videomakers brilhantes. Temos empreendedores persistentes e criativos. Temos desafios e oportunidades também. Seja na fotografia de casamento, no newborn ou família. Esses segmentos passaram por uma forte transformação e parece que continuará assim em 2019. Não só fruto da crise que tivemos nos últimos anos, mas da massificação e do fácil acesso ao ofício de ser fotógrafo. Das mudanças de comportamento do consumidor e das naturais acomodações do mercado. Viver da fotografia nunca foi tão fácil e ao mesmo tempo tão  complexo. Ainda bem que as pessoas não vão parar de casar, ter filhos e celebrar os bons momentos da vida. Feliz Dia da Talentosa Fotografia Brasileira.

Leia também: Movimento Imprimir 

Sem foto no papel não tem mais mercado fotográfico.

Mas fotografia não é só clicada, deve ser impressa. E foto no papel é fundamental para outros negócios do mercado. Como encadernadoras, laboratórios profissionais, estúdios de retratos, lojas de foto e empresas de formatura. Em tempos de telinhas e tudo on-line, vender memórias fotográficas no papel parece romântico. Na verdade deveria ser mais do que isso. Porque é mais do que só um grande negócio que perpetua lembranças familiares tão importantes. Inclusive das viagens que ocorrem nesse momento nas férias de tantas famílias. Ou como dizem muitos fotógrafos nos “Dias da Fotografia”. Todo dia deveria ser da fotografia. Eu concordo, mas penso mesmo que seria melhor dizer: feliz dia da foto no papel.

Veja

Não dá para negar o fato que vivemos um momento de divisão entre os brasileiros. E na fotografia não é diferente. Sobram exemplos e eu destaco esse daqui que é bem recente: As fotos virais de Bolsonaro. A fotografia sempre esteve na pauta como item de discórdia em tempos afoitos e sem apuração. Vivemos na era da imagem e todo dia somos bombardeados por informações, imagens, notícias e opiniões bastante duvidosos. Trouxe a história do fotógrafo do novo governo sem juízo em defesa ou ataque, mas que cai muito bem para mostrar como tudo está muito dividido…

O próprio exemplo do Sebastião Salgado reforça esse momento polarizado. O grande fotógrafo brasileiro vivo também foi destaque em polêmicas já para o fim de 2018. Dois dos posts recentes que publicamos no site da FHOX sobre ele chamaram atenção na mesma proporção. Das fotografias de uma coleção vendida por ele por mais de meio milhão de reais e da posição política dele quanto ao novo governo. A única certeza é que a opinião em tempos de divisão só tem servido para potencializar debates. Sobretudo com a força das redes sociais. Se antes o que nos dividia de forma ingênua era Canon x Nikon, agora está mais para “nós contra eles”, “azul x rosa” e por aí vai. Nem tudo deveria ser tão preto no branco. Onde está o cinza no meio desse quadro de tanto ódio? . Mesmo após as eleições parece que tudo vai seguir dividido. Talvez até piore até a chegada do Dia Mundial da Fotografia em agosto. Por enquanto então, talvez seja melhor dizer: Feliz Dia Nacional da Fotografia Dividida.

Santa Verônica, Padroeira dos Fotógrafos

O título desse post é Imagem Verdadeira. Tem relação com a padroeira dos fotógrafos. Santa Verônica. O nome Verônica vem da união de duas palavras: ‘vera’, do Latim, que significa verdade; e ‘ícone’, do Grego, que significa imagem. Ao pé da letra significa ‘imagem verdadeira’. Assim como na fotografia, na vida tudo tem dois lados e nem tudo é verdade (quase sempre não é exatamente o que parece). Até no nome da santa nota-se isso. Pois, mesmo que você não acredite, todos nós do mercado não buscamos em nosso trabalho na “fotografia mais verdadeira”? Não no sentido do que é real como foto, mas sim como aquilo que fazemos e acreditamos. No fim, tendo fé ou não, o importante é termos um propósito. Aquilo que nos parece real e que faça sentido. Que tenha impacto positivo na vida das pessoas. Fazer algo só para ganhar dinheiro ou fazer só por amor? A escolha é livre e complexa. Digo tudo isso, porque é o dia nacional da fotografia ou do fotógrafo (note que não tem profissional ou a expressão “que vive da fotografia nessa data). Então ficamos assim. Temos de agora até agosto para fazer um balanço. Ou não. Você que sabe. A escolha é só sua. Ou você pode fotografar só por prazer, ou curtir o que a fotografia gera sempre: experiências pessoais incríveis. Seja para criar uma foto só por paixão, sem esquentar a cabeça com posições, opiniões de colegas (políticas e fotográficas) e afins. No fim, talvez seja melhor aprender com os amadores ou de quem não vive da fotografia. Pois na melhor definição do que é amador (aquele que gosta muito de alguma coisa; amante, apreciador, entusiasta). Tem coisa melhor do que fazer por amor e a partir daí ganhar algo com isso?

Ou você pode não concordar com nada disso e simplesmente seguir compartilhando suas frases irônicas e indiretas no Facebook e nas redes sociais. Com a vantagem de que se você não fizer isso hoje poderá postar só no dia 19 de agosto. Feliz Dia (complete aqui com o que melhor lhe convier) da Fotografia.

Aproveito para compartilhar uma postagem colaborativa. Perguntei para fotógrafos e empreendedores da fotografia.

Amanhã é o Dia do Fotógrafo ou Dia Nacional da Fotografia. O que você diria para o seu “eu” profissional de cinco anos atrás? A resposta foi:

Thome Célia Thomé Amo a minha profissão, os meus clientes, meus braços direito e esquerdo… peço a Deus que sempre me ajude a seguir o meu caminho com profissionalismo, ética, dando o meu melhor, seguindo prazos ….

Ricardo Jayme “É uma cilada, Bino

Ayrton Camargo ATENÇÃO: Cuidado em 5 anos TODO MUNDO vai ser fotógrafo e o mercado aviltado.
Lilian Graziela Chasci Puga Tenha foco e disciplina financeira, acredite no seu potencial, você é boa no que faz!!!
Rafael Queiroz Ouça mais a emoção do que a razão…
Seliane Nóbrega Trigueiro Como vc evoluiu!
Kely Marques Tudo vai melhorar
Kelly Raquel Schmidt Estude. Sinta mais. E se preocupe menos.
Julio Lima Persista e se cobre menos.
Fernando Raphael Persistência e foco!!!!!
Mari Siqueira Acredite em você que esse é o caminho certo! Sempre siga sua intuição!!!!
Diego Migotto menos foto e mais negócios
Daniel Freitas No dia 10 eu completo 5 anos de fotografia: Acredite em você, seja gentil com todas pessoas que passarem pelo seu caminho.
Arlindo Namour Filho Aprendi muito. Mudei muitos conceitos sobre a fotografia e minha profissão. E fiz muitos amigos.
Nathalinha Carvalho Vai fundo! <3
Levi Iazzetta Estude estude e estude, só assim vc vai continuar progredindo a cada ano.
Só quem estuda sabe se valorizar na carreira profissional.
Madalena Leles Cohen Cinco anos atrás? “Olha vai ser MUITO difícil ser fotógrafa/artista e imigrante ao mesmo tempo. Essa ideia é completamente maluca e utópica, seria melhor você desistir, mas se é isso que você realmente quer, vai lá e luta!” acho que isso haha 🙂

Participe da primeira turma online da Escola de Negócios FHOX 

Feira Fotografar 2019: o grande encontro da fotografia brasileira

Se você tem uma matéria, um relato, uma coluna, um tutorial ou qualquer outro tipo de conteúdo e quer contribuir com o FHOX.com.br, nos envie! Nosso departamento de redação vai analisar e, se aprovado, será publicado e assinado por você, respeitando todas as regras do direito autoral. Colabore clicando aqui: Você na FHOX.