Por Leo Saldanha
É publisher da FHOX e também responsável pela Escola de Negócios FHOX leo@fhox.com.br

Como estão os estúdios de rua?

Na semana passada postei sobre o assunto e os comentários de empreendedores da fotografia trazem indicações importantes

por Revista FHOX Publicado há 2 anos atrás | por Leo Saldanha

Esse foi o post…

A julgar pelas respostas ficou claro que ter um negócio de retratos com ponto de rua é desafiador. A verdade é que sempre foi e deu muito trabalho. Em momento de crise então…tornou-se ainda mais complexo. Os comentários indicam os humores desse mercado.

Untitled-2

De fato, dez anos atrás os estúdios de retrato com um estilo boutique eram uma grande novidade. Hoje, vemos modelos diferenciados. Funcionam bem em lojas de foto e com operações vendendo experiências. Cenários, a exploração de temas frequentes (Dia das mães e outras datas comemorativas). Os cases mais saudáveis (na média) estão no interior do Brasil. O melhor do que eu ter respostas…é ver os comentários de quem atua no ramo e o que está fazendo no negócio.

_DSC0607

Aproveite para deixar seu comentário e compartilhar como você está tocando seu estúdio de retratos de famílias, crianças, bebês e afins.
Uma das pessoas que comentou conversou comigo por mensagem no Messenger e deixou claro que estão trabalhando muito para atingir os resultados e seguir trabalhando. Não está fácil. No exemplo relatado, a opção escolhida foi trabalhar e muito. É isso ou desistir…