Fotojornalismo 2 anos atrás

Marc Riboud, um dos grandes nomes da fotografia humanista

Foi um dos raros fotógrafos que realizaram reportagens no sul e norte do Vietnã entre 1968 e 1969. Ganhou inúmeros prêmios, como o Nadar, há quatro anos, por seu livro "Vers L’Orient"

por Revista FHOX

Marc Riboud foi um dos pilares da agência Magnum junto com Henri Cartier-Bresson e Robert Capa. Engenheiro formado, o fotógrafo correu o mundo construindo uma obra gigante e humanista dentro do fotojornalismo.

>> Henri Cartier-Bresson; o gênio do instante decisivo
>> Cores ao “limite” é a marca registrada do trabalho de Steve McCurry

Fotógrafo e repórter francês, ganhou a sua primeira máquina fotográfica aos 14 anos e desde então produziu imagens tocantes, sempre sem reenquadramento, são verdadeiras cenografias que capturam espaço e sentido em um só clique.

Confira algumas imagens do fotógrafo: