Autoral 2 meses atrás

Heróis da vida real: eles estão em todos os lugares

O ensaio busca retratar heróis que não têm poderes sobrenaturais, mas que com poderes reais e humanos doam horas de suas vidas para salvar ou ajudar outras pessoas.

por Revista FHOX

Texto: Jucelene Oliveira / Fotos: Arlei Ferreira, Cleiton Vitorino e Jucelene Oliveira

Se você gosta de boas histórias e se identifica com heróis que existem para “salvar ou tornar o mundo um lugar melhor”, com certeza já deve ter ouvido falar do conceito “Jornada do Herói”, criado por Joseph Campbell, estudioso norte-americano de Mitologia e Religião Comparada.

Campbell criou um modelo de como seria o passo a passo do percurso de transformação do homem comum em herói, com todas as provações que surgem no meio do caminho. Talvez daí tenha surgido no imaginário coletivo a ideia de heróis são aqueles que aparecem em grandes produções cinematográficas, quadrinhos, literatura, vídeo game e outros. Afinal, esses personagens lutam por causas nobres e defendem fracos e oprimidos.

Para os estudantes do curso de “Processos Fotográficos” da Etec de Carapicuíba SP (julho/2018), entretanto, “pessoas comuns” também podem ser heróis de verdade. O trio de amigos desenvolveu um TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) produzindo ensaios fotográficos que buscou retratar que “heróis também existem na vida real” e estão mais perto do que imaginamos. Eles não têm poderes sobrenaturais, mas com poderes reais e humanos doam horas de suas vidas para salvar ou ajudar outras pessoas. São, portanto, dignos de nossa admiração.

O ponto de partida e inspiração para esse ensaio foi o trabalho do fotógrafo brasileiro Alberto Takaoka, de 60 anos, intitulado “Heróis do Fogo”, que registra o trabalho incrível do Corpo de Bombeiros de São Paulo.

Todos devem se lembrar do  Airbus A320 da TAM que se chocou contra o prédio da TAM Express em 2007. Ao ver as cenas da tragédia pela televisão, Takaoka resolveu pegar sua câmera e ir para o local, mesmo sem saber exatamente o que encontraria lá. Depois disso, não parou mais de realizar esse trabalho e sua exposição “Heróis do Fogo” já foi destaque em vários espaços em São Paulo.

Até aquele momento, ele fotografava o cotidiano e fazia fotojornalismo, porém considerava seu trabalho amador, até fotografar o trabalho realizado pelo Corpo de Bombeiros no local da tragédia.

Para ele, a ação dos bombeiros representava um ato heroico e o mundo precisava conhecê-lo.

“Ao chegar lá e começar a fazer o registro fotográfico de longe algo me tocou profundamente, quando comecei a ver o magnífico trabalho que o Corpo de Bombeiros realizava. Ali já não havia chances de sobreviventes, mas a força e a determinação em resgatar os corpos para que as famílias pudessem ter algum alento mexeu muito comigo. Percebi que eles tinham algo muito especial”, contou.

O ensaio fotográfico “HERÓIS DA VIDA REAL: eles estão em todos os lugares!” produzido pelos então alunos do curso de fotografia apresenta uma abordagem de fotografia documental com o objetivo de produzir imagens que valorizem ou realcem a importância dos heróis da vida real.

Eles escolherem um professor de luta para crianças, uma psicanalista, um enfermeiro e uma policial para ajudar a contar esta história em imagens.

Confira abaixo as imagens do professor Bruno Gobatto, de Jiu-Jitsu, e suas professoras assistentes.

Confira abaixo as imagens do enfermeiro Luan Santos, que realiza um trabalho incrível no CAPS AD de Itapevi, ajudando pessoas que estão saindo do mundo das drogas e do álcool.

Confira abaixo as imagens da psicanalista Simone Bruno em atendimento em seu consultório em Osasco.

Confira abaixo as imagens das policiais “Guardiãs Maria da Penha” em atendimento à mulher em Barueri.

Mais fotos dos ensaios podem ser conferidos no Facebook e Instagram.