Apoie a FHOX Impressa e garanta recompensas incríveis!


Vamos passear no Parque?

Aurelio Scetta on Unsplash

O maior evento de Imagem da América Latina prepara sua retomada após dois anos de interrupção por conta da pandemia

Em dezembro de 2019, o mundo era outro e ninguém sequer imaginava o que estávamos prestes a viver. No comecinho daquele mês, a FHOX reunia algumas das principais lideranças do mercado fotográfico e de imagem para anunciar uma virada radical: a Feira Fotografar iria deixar o shopping Frei Caneca e passaria a ser realizada no Parque Ibirapuera que estava em processo de privatização e passaria a ser operado pela iniciativa privada em 2020. O que aconteceu em março do ano passado, todos nós sabemos e mudou nossas vidas para sempre. A pandemia decretada pela OMS na qual ainda estamos sob os efeitos, alterou profundamente todos os campos da sociedade e mexeu em todas as estruturas possíveis. Para nós na FHOX, é um alívio pensar que mesmo sem imaginar o drama que viveríamos, já estávamos de alguma forma antecipando um pouco do que o mundo busca e precisa agora ainda mais do que antes: convívio com áreas verdes, ar fresco e livre, árvores e dinâmicas mais orgânicas e menos pasteurizadas. É com esse espírito que estamos muito felizes de anunciar que a Feira Fotografar está de volta e finalmente tem data para acontecer no coração de São Paulo, naquele que é o maior parque da América Latina, o Ibirapuera. Ocupando os 10 mil metros de área do Pavilhão das Culturas Brasileiras, também conhecido como Pacubra, uma espécie de mini Bienal que fica entre o Museu Afro e a Oca, no meio da marquise do Parque mais importante da cidade, por onde passam 17 milhões de pessoas por ano. As novas datas do evento são 26, 27 e 28 de abril de 2022 e foram definidas a partir da disponibilidade dos espaços no Parque num momento em que certamente a cidade de São Paulo vai viver um grande congestionamento de eventos represados por conta da suspensão completa dessa indústria durante os últimos um ano e meio. 

white building
Foto: Gilberto Olimpio

Novos tempos, novas possibilidades – Obviamente essa não será uma Fotografar comum, muito menos similar às anteriores. Estamos sedentos por conexões efetivas e afetivas, por abraços e por afagos, por empatia e por reconexão e essa será a tônica de um evento que sofrerá o maior número de inovações de uma edição para a outra da sua história. “Teremos que ter inúmeros novos protocolos sanitários e de segurança. O mundo mudou e não faz mais sentido trazer exatamente o mesmo tipo de evento que tínhamos antes. Claro que muitos aprendizados das 13 edições anteriores serão mantidos mas, me agrada profundamente saber que teremos enormes áreas verdes visíveis no entorno do pavilhão e que até uma mesmo uma reunião de negócios poderá ser deslocada para um banco à beira do lago, certamente teremos uma Fotografar histórica e épica”, explica Mozart Mesquita, diretor do evento. Para Leo Saldanha, sócio e também diretor do evento, “está claro que as pessoas querem se encontrar e vamos trabalhar para desobstruir um pouco a grade educacional, prevendo um espaço saudável para encontros e networking, essa será uma Fotografar inclusiva, estamos lançando uma ampla pesquisa junto aos visitantes e aos expositores para poder construir em conjunto e oferecer uma grade de educação antenada com o novo mundo que surge no pós-pandemia. Eu consigo imaginar o parque e suas lindas áreas com a arquitetura icônica de Oscar Niemeyer como pano fundo para uma grande sala de aula em que professores e fotógrafos promovam uma intensa troca de alto valor e muito aprendizado durante o período do evento”. Em breve novidades. Nesta sexta (8) às 18h tem live no Instagram da Fhox (@fhoxonline) e da Feira Fotografar (@feirafotografar) para falar do evento.

Quer saber antes sobre o evento e ser avisado com antecedência da Fotografar 2022? Então preencha clicando no link com seu email que lhe avisaremos assim que estiver tudo no ar. Clique aqui: QUERO SABER DA FOTOGRAFAR 2022