Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!


SP recebe exposições sobre Frida Kahlo este final de semana

Em 6 de julho de 1907 nasceu a pintora mexicana Frida Khalo, conhecida por suas obras com cunho político e feminismo. Ela teve contato com a fotografia por conta de seu pai Guillermo, que era fotógrafo

A partir do dia 3 de setembro o MIS, em parceria com o Espaço Cultural Porto Seguro, traz para São Paulo fotografias do acervo pessoal de Frida Kahlo, divididas em duas exposições: “Frida Kahlo – Suas Fotos” e “Frida Kahlo – Suas Fotos | Olhares sobre o México”. A coleção, que já passou por Lisboa (Portugal), Tijuana (México), Kazimierowka (Polônia) e Curitiba entre muitos outros, fica em cartaz até 20 de novembro de 2016.

[media-credit name=”Pierre Verger/©Museu Frida Kahlo” align=”alignleft” width=”242″]Pierre-Verger-Frida-MIS[/media-credit]

“Frida Kahlo – Suas Fotos” será exposta no MIS, enquanto “Frida Kahlo – Suas Fotos | Olhares sobre o México” poderá ser visitada no Espaço Cultural Porto Seguro. Aos visitantes poderão utilizar o serviço gratuito de uma van que transportará o público de um espaço cultural para o outro. As mostras são complementares e o ingresso adquirido no MIS ou no Espaço Cultural Porto Seguro dá acesso livre a ambas exposições basta o visitante apresentar o bilhete na entrada.

Após a morte de Frida Kahlo, em 1954, uma coleção de memórias da emblemática artista mexicana ficou guardada por meio século em um banheiro na Casa Azul a pedido de seu marido, Diego Rivera. Só em 2007, a equipe da Casa Azul teve autorização para abrir este banheiro e, na data, um conjunto de 6.500 fotografias do acervo da artista foi revelado.

>> Os cinco sentidos são tema de exposição em Caxias do Sul
>> Galeria Oriente recebe exposição sobre mudanças urbanas no Rio de Janeiro

Após seleção de 241 imagens deste acervo, o curador Pablo Ortiz Monastério elaborou a exposição “Frida Kahlo – Suas Fotos” dividida em seis seções temáticas. A seleção revela desde a infância até períodos de sua vida adulta, com imagens de autoria de seu pai e seu avô materno [fotógrafos profissionais], além de momentos eternizados pela própria artista e seus amigos fotógrafos Gisèle Freund e Nickolas Muray, entre outros.

No MIS:
  • Origens: esta seção apresenta alguns dos retratos familiares mais representativos do arquivo de Frida;
  • Casa Azul: traz imagens da artista criança, quando começou a posar para o seu pai, o fotógrafo Guillermo Kahlo, e outras onde aparece com familiares e amigos, desfrutando da Casa Azul, cenário de muitas das suas sessões fotográficas, local onde viveu grande parte da sua vida e aonde veio a falecer;
  • Política, revoluções e Diego: aqui estão fotografias relacionadas a questões políticas – com destaque para a revolução mexicana – ou tecnológicas; imagens das indústrias e do progresso tecnológico do sistema capitalista, além de retratos de líderes do socialismo que Diego Rivera colecionava – Lenin, Stalin e Trotsky – e imagens da vida quotidiana nas repúblicas socialistas;
  • Corpo acidentado: nesta seção estão fotografias de Frida após o grave acidente que sofreu em 1925 e a manteve imóvel durante meses, entre elas há uma série feita pelo fotógrafo húngaro Nickolas Muray;
  • Amores: imagens de pessoas importantes na vida sentimental e sexual de Kahlo. Destaca-se a fotografia de Frida e Tina Modotti, que em algumas ocasiões chegou a aconselhar Frida em questões fotográficas, há também imagens da atriz Dolores del Río, do produtor cinematográfico Arcady Boytler, da pintora Alice Rahon e, sobretudo, de Diego Rivera.
No Espaço Cultural Porto Seguro

[media-credit name=”Tina Modott/©Museu Frida Kahlo” align=”alignleft” width=”227″]Tina-Modott-Frida-MIS[/media-credit]

A exposição é composta por retratos realizados por autores de destaque da história da fotografia como Guillermo Kahlo, Man Ray, Martin Munkácsi, Edward Weston, Brassaï, Tina Modotti, Pierre Verger, Manuel Álvarez Bravo e a própria Frida.

As fotografias exibidas se destacam pela visão particular que cada um desses profissionais tinha do México e da sua cultura, da sua história e dos seus protagonistas. Cada fotógrafo deu pessoalmente as imagens a Frida e, inclusive, ela utilizou alguns destes motivos na sua pintura, como é o caso do gato preto de Martin Munkácsi.

Sobre Frida Kahlo

Aos 18 anos, enquanto estudava medicina, sofreu um acidente automobilístico que lhe rendeu múltiplas fraturas e a fez submeter-se a várias cirurgias. Foi nesta época que ela começou a pintar e se autorretratou revelando suas angústias, vivências, medos e o amor por Diego Rivera, pintor e muralista mexicano mais importante do século 20, com quem casou em 1929. Confira nossa matéria sobre a artista.