Participe do SIM. Semana do Imaginário Materno!

Itaú Cultural com edital de emergência para fotógrafos e artistas visuais

O Itaú Cultural divulgou o terceiro edital de emergência para financiar artistas que perderam trabalho e renda devido a epidemia de Covid-19. Essa nova fase do projeto “Arte como respiro: múltiplos editais de emergência” vai atender artistas visuais e fotógrafos. Com início das inscrições na segunda (20) e estarão abertas até quarta (22) no site do Itaú Cultural. O objetivo da iniciativa é “acolher os artistas obrigados a atuar isoladamente sem remuneração, neste momento. Além de gerar recursos para a economia criativa”. ” Nosso intuito é estimular os artistas a refletirem e expressarem, por meio de seus trabalhos, como seguem produzindo neste período de suspensão social em que o isolamento traz limitações a serem superadas”, explica Sofia Fan, gerente do Núcleo de Artes Visuais do Itaú Cultural.

Dividido em duas categorias, o edital atende “Produção Artes Visuais” e “Série Fotográfica”. Cada uma delas com requisitos específicos:

A categoria “Série Fotográfica” é voltada para trabalhos fotográficos produzidos durante a quarentena e com o tema “isolamento social”. Enquanto o “Produções Artes Visuais” envolve a inscrição de trabalhos audiovisuais, como videoarte ou performances gravadas, hospedados em plataformas abertas (YouTube, Vimeo, etc). Ou esculturas,desenhos, pinturas e gravuras. O Itaú Cultural disse que os trabalhos inscritos nessa categoria devem abordar os “temas ligados ao período de suspensão social”.

Foto: Itaú Cultural

A equipe do Itaú Cultural responsável pelo edital vai escolher 80 projetos na categoria “Produção Artes Visuais” e 40 séries fotográficas. Critérios “subjetivos” e “poéticos” serão levados em consideração.  Além de considerar questões como “aderência ao tema proposto, período de produção das obras e seus registros e a narrativa da edição/série”. Quem for selecionado vai receber R$ 3 mil pelo licenciamento dos direitos autorais desses projetos. “Com essa ação, reafirmamos nosso papel de fomentar a arte, estimular a difusão do fazer cultural e provocar a capacidade criativa do setor. Em meio à pandemia que afeta a todos nós, cada setor precisa estar ainda mais junto para buscar soluções ou formas de diminuir os impacto negativos”,  disse Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural. Saiba mais: Itaú Cultural