Fotografar 5 meses atrás | Flávio A. Priori

Sorria, o Lambelambe está te fotografando!

"O sorriso é o melhor da fotografia"

por Revista FHOX

Parar para entrevistar o fotógrafo Edyr Sabino não foi uma tarefa das mais simples. Não que ele seja difícil, muito pelo contrário, ele é a simpatia em pessoa. Mas a coisa mais comum no meio da conversa foi ser interrompido por alguém dando um oi, puxando assunto ou até mesmo um desconhecido pedindo por uma foto. Tudo com muita alegria e diversão. Aliás, se você esteve na Fotografar, é bem provável que o Edyr tenha tirado uma foto sua com um belo sorriso no rosto. Talvez você não o conheça por esse nome, mas certamente já ouviu falar do Lambelambe.

Lambelambe – Foto: Fellipe Sales

Lambe-lambe, o personagem, é uma figura bastante conhecida. Com mais de 20 anos de estrada na fotografia, é presença praticamente certa nos mais variados tipos de eventos que reúnem grande número de pessoas – do Carnaval de São Paulo à Campus Party. Seu objetivo é somente um: colocar sorriso no rosto das pessoas e registrar esse momento.

Lambelambe
Lambelambe e Flávio, repórter da FHOX – Foto: Gabriela de Santana Figueiredo

O nome, como é de se imaginar, é uma homenagem aos antigos fotógrafos lambe-lambe. Desde o começo da internet, lá por 1997, foi criado o domínio lambelambe.com, onde você pode encontrar mais informações sobre a história do personagem. “Eles, naquela época, tinham um cenário fixo, as pessoas vinham e ficavam na frente. Para mim o cenário é todo o ambiente. Eu fotografo as pessoas nos eventos e me divirto bastante fazendo isso“.

Essa diversão já está em um patamar de proporções bem grandes. Falando sobre sua cobertura no carnaval de São Paulo do ano passado (evento que cobre há 18 anos), chegou a bater 15 milhões de visualizações em seu site, em um único mês. O suficiente para travar os servidores, o que obrigou a fazer uma troca para um novo plano este ano.

“Sorria!”

Mas quem é a pessoa por trás do Lambelambe? Em sua identidade secreta, Edyr é físico e engenheiro, e trabalha no ramo da saúde. Por isso, a fotografia é uma atividade paralela, mas a qual ele ainda pretende capitalizar de alguma forma. Por enquanto, ele só vende fotos em alta resolução para as pessoas imprimirem. Porém, ele quer ir além.

“Eu quero transformar em negócio, pela quantidade de visitas que o site gera, a quantidade de objetos que eu posso colocar para vender junto com a fotografia. Porém toda vez que começo a me dedicar mais a isso, minha outra empresa acaba precisando de mim”.

Mas os planos do Lambelambe são audaciosos. Se todos eles derem certo (e espero que sim), você pode esperar para ver um personagem tão famoso quanto Papai Noel. Isso mesmo, a ideia é transformar a figura em algo que possa ser reproduzido em qualquer lugar. Praticamente uma entidade.

“Um personagem meu, replicado, seria um baita negócio. Tirar uma selfie, rola. Pedir para um amigo tirar uma foto, ok. Mas se alguém conhecido tirar uma foto sua, você vai querer imprimir, compartilhar, etc”.

O que o futuro reserva, não temos como saber. Mas de uma coisa tenho certeza, o Lambelambe vai continuar por ai registrando sorrisos pelo mundo.