Fotografar 1 mês atrás | Flávio A. Priori

Prêmio Newborn Brasil 2019: Conheça os três melhores fotógrafos do ano

Os três primeiros lugares da premiação desse ano contaram um pouco sobre suas fotos vencedoras

por Revista FHOX

A quarta edição do Prêmio Newborn Brasil teve seus vencedores nomeados na última edição da Feira Fotografar. Com organização da Fhox em parceria com a ABFRN e patrocínio da Digipix Pro, o concurso desse ano mostrou um alto nível de qualidade dos participantes, reflexo de todos os esforços que estão sendo feitos para profissionalizar e qualificar os profissionais que atuam nesse segmento.

Conversamos com os três primeiros colocados, para que eles nos contassem como foi o processo de criação da foto e as histórias por de trás de cada registro.

1º Lugar – Tarcísio Lobato Bino (Belém/PA)

NewbornTarcísio Lobato Bino

O grande vencedor do ano, Tarcísio Lobato Bino conseguiu o primeiro lugar com uma foto dos irmão Lucas e Matheus. A primeira pergunta que fizemos foi como ele se prepara para um dia de ensaio. Bino afirmou que todo o processo é bem simples. “Como preparação eu apenas peço aos pais para que os bebês tomem banho um pouco antes de sair de casa e, se possível, que eles sejam amamentados apenas no estúdio”. Mas o fotógrafo enfatiza que isso não é uma regra, e não cobra essas coisas com ênfase, pois os pais sabem melhor como lidar com seus filhos e não gosta de tentar impor esse tipo de vontade a eles.

Sobre a foto vencedora, Bino nos contou que apesar de serem duas crianças, não teve que tomar muitos cuidados adicionais, além de todo o procedimento que já realiza nesse tipo de ensaio, é claro. “A grande diferença no ensaio, quando são gêmeos, e por eu trabalhar sozinho, é que eu vou precisar mais da ajuda, geralmente do pai ou da pessoa que estiver acompanhando a mãe, para poder posicionar os bebês, quando estes estiverem sendo fotografados juntos”.

A ideia para a fotografia já era algo que Tarcísio já tinha em mente, mas ainda não tinha conseguido executá-la como gostaria até então. “Eu já tinha feito uma foto parecida há algum tempo atrás, porém dessa vez eu achei que editando a foto para deixar apenas os bebês em fundo preto, sem nenhum acessório ou distração, traria mais impacto para a foto“. Ele completa que todo o procedimento demorou bastante, para deixar os bebês do jeito que ele queria. “Coloquei eles no prop e fui “moldando” e fotografando cada evolução da pose até achar que estava perfeitinha, com tudo no lugar certo”.

E como foi ser nomeado o grande vencedor do Prêmio Newborn 2019? Tarcísio não teve dúvidas que foi algo bastante gratificante. Desde que tirou a foto, ele sabia que ela tinha enorme potencial: os bebês na posição certa, a iluminação correta, tudo estava perfeito. “Ser premiado me deixou muito feliz porque, além de ser o reconhecimento de um trabalho, sempre gera muita repercussão com os clientes e trás muito retorno neste sentido também. Os pedidos de orçamento aumentam e as pessoas começam a valorizar mais o seu trabalho”.

2º Lugar – Aline Fontes (Rio Grande/RS)

Aline Fontes

A foto eleita para o segundo lugar no Newborn Brasil foi da fotógrafa Aline Fontes, em um retrato bastante interessante do pequeno Rael e sua mãe Jéssica. O primeiro contato entre mãe e fotógrafa foi ainda no começo da gestação. Após alguns dias do nascimento, Aline chamou a mãe para conversar um pouco sobre sua história. Foi ai que se deu conta da narrativa que estava em sua frente.

Jéssica teve oito gestações interrompidas e inúmeros pedidos de adoção negados, totalizando 12 anos aguardando a chance de ser mãe. Além dessa situação, por conta do nascimento prematuro, Jéssica não conseguiu fazer o ensaio gestacional. “Percebi naquele momento que não era apenas um presente, um ensaio ou um desafio. Era uma missão a qual estava destinada a realizar”.

“O momento da foto, uma das últimas a ser realizadas, foi entre lágrimas, nervosismo e ansiedade. Entre um soluço e outro Jéssica dizia “- Estou estragando todo ensaio” e eu apenas pedia a ela se entregar. Dizia ‘esta não será apenas a foto mais linda do ensaio, será a foto da tua percepção, do teu menino nos braços!’. Eu simplesmente fui deixando meu olhar captar aquilo que meu coração estava sentindo”.

Aline completa falando que quando viu o resultado da foto, queria compartilhar aquela imagem com todo mundo. Sabia que não precisava dar muitas explicações, que a imagem falava por si. “Havia sentimento, havia a composição, a técnica e o tratamento, que sob a minha visão, caracterizavam aquele registro. Ali estava estampado, a minha busca incessante nestes quase 5 anos de fotografia”. É curioso notar que, apesar dessa forte carga emotiva envolvida, o ensaio foi bastante tranquilo, não chegando a durar duas horas todo o procedimento.

A fotógrafa ainda complementa que gostaria de agradecer todos que a ajudaram nessa jornada. “Quando vi meu nome nos finalistas, eu vibrei, vibrei muito! Foi meu segundo ano tendo uma imagem estampada junto aos melhores fotógrafos do Brasil. Então eu recebi a notícia [do 2º lugar]. Senti a emoção de que levava comigo no dia  da premiação cada fotógrafo que sonha em desempenhar este papel junto a fotografia de recém-nascido”.

3º Lugar – Fernanda Luz (Joinville/SC)

Fernanda Luz

Fernanda Luz é a autora da foto que ficou no terceiro lugar geral no Prêmio Newborn. Noah fez seu ensaio com 22 dias de vida, pois estava com alergia ao leite materno e amarelão. Também nasceu três semanas antes do previsto, o que é sempre motivo de preocupação e cuidados adicionais. “A mãe estava em um turbilhão de emoções e preocupações mas ela não desistiu de registrar esses primeiros dias dessa fase do Noah”. Fernanda completa que o bebê começou o processo bastante acordado, mas aos poucos foi acalmando.

Sobre a ideia da foto, Fernanda conta que seu objetivo era transmitir um momento só do casal com o filho. Passar um sentimento até de comprometimento, dos três ali, para se adaptar a nova vida. A fotógrafa não esconde que se emocionou bastante com a sessão: “Naquele momento da foto a mamãe Thaiane olhou para o Noah e me pareceu que um filme de toda trajetória deles até aqui passou na cabeça dela novamente. Vendo o filho saudável, dormindo e confortável fez correr uma lágrima de emoção. Depois de uma lágrima vieram todas as outras e mais as minhas também, pois eu chorava e fotografava”. Fernanda ainda completou dizendo que o envolvimento foi tanto que por pouco ela mesma não conseguiu fazer as fotos.

Sobre a conquista do terceiro lugar, Fernanda não esperava a nomeação e diz que é uma nova motivação para continuar em frente. “Foi inesperado e nos deu um gás muito especial para continuarmos fazendo o que amamos com mais dedicação ainda! Obrigada a minha equipe maravilhosa do estúdio: Renan e Tais, sem vocês nada disso seria possível. A revista FHOX, ABFRN e Digipix Pro pela grande oportunidade que nos deram em participar deste prêmio”.