Fotografar 3 meses atrás | Redação

Marco Perlman, da Digipix Pro, fala sobre a Fotografar 2019

CEO da Digipix Pro também comentou sobre Digipix Day e o Prêmio Newborn. Confira!

por Revista FHOX

Um dos estandes mais movimentados da Feira Fotografar 2019 certamente foi o da Digipix Pro, juntamente com a IndImage. Com diversos modelos de álbuns diferentes, incluindo o maior fotolivro do Brasil, foi parada obrigatória de todos que visitaram o evento. Para falar sobre isso e outros assuntos conversamos com Marco Perlman, CEO da Digipix Pro.

Naylah Silvério

Perlman se mostrou bastante empolgado com a Fotografar 2019, enaltecendo o contato direto com o cliente, algo só possível nesse tipo de evento. “O trabalho corpo a corpo é muito bom. A gente passa o ano inteiro vendendo pela internet e essa é nossa grande chance de falar com as pessoas, sentir o pulso do mercado, entender o que estamos fazendo certo e errado”. Ele concluiu que, embora mostrar trabalho seja importante, escutar o que as pessoas tem a dizer é ainda mais.

Aproveitamos o assunto “eventos” para falar sobre o Digipix Day, que aconteceu no dia 1º de abril. A edição foi pautada pelo desafio. Com a proposta de trazer algo diferente, a organização do evento resolveu apostar em convidados que fossem de segmentos diferentes das fotografias de casamento, família e newborn.

“A gente resolveu levar para o lado da inspiração e acho que a repercussão foi super legal. Tivemos a sorte que grandes nomes da fotografia brasileira aceitaram nosso convite. Ouso dizer que curtiram estar no palco, o calor e a recepção da platéia. A gente mostrou uma fotografia de muita qualidade, de coisas que às vezes alguns nem conheciam”, falou Perlman.

O CEO complementou que, às vezes, a pessoa pode se fechar muito no seu próprio universo, só olha para seu o seu nicho, para o seu mercado. Mas a fotografia tem muito mais possibilidades, com muitas pessoas fazendo coisas incríveis no Brasil e no mundo.

O maior fotolivro do Brasil

Seguimos o papo falando sobre o livrão da Digipix Pro. Tudo começou quando a empresa adquiriu um novo equipamento. Inicialmente, o público em geral não entendeu muito bem o que era essa impressora. Por isso, ele resolveu imprimir o álbum 50×70 para mostrar a qualidade e as possibilidades da nova máquina.

” Primeiro que foi super divertido. Para nossa surpresa as pessoas curtiram o álbum. Mas depois disso a gente ficou surpreso com a quantidade de pessoas falando que queria um livro assim para ter de portfólio, para ter no seu próprio estúdio e mostrar aos clientes”. Perlman disse que agora o desafio é fazer o fotolivro gigante acontecer comercialmente, mas esse primeiro momento já foi um retorno bem positivo.

Prêmio Newborn

Fechando a conversa, falamos do Prêmio Newborn, no qual a Digipix Pro foi uma das patrocinadoras. Nós da Digipix ganhamos uma proximidade enorme com muitas das pessoas que fundaram a associação nos últimos anos. Além de, é claro, a nossa relação com a revista Fhox e da Feira Fotografar”.

Perlman exaltou a qualidade dos trabalhos selecionados, em especial dos três finalistas, comentando que a escolha deve ter sido realmente difícil. Ele também reforça que a qualidade geral desse tipo de fotografia no Brasil vem crescendo muito bem. Junto a isso, comemora  a profissionalização no setor e como a ABFRN vem se solidificando para fortalecer o cenário.

“Temos um mercado mais preparado não só tecnicamente, mas muito focado na saúde do bebes. É uma responsabilidade enorme e é muito fácil fazer besteira. É legal estar junto com quem está garantindo que tudo seja muito bem feito, nos dois sentidos, estético e de saúde”, finaliza.