Exposições 2 anos atrás | Redação

André Cunha expõe seu trabalho Santuário na Galeria Utópica

SANTUÁRIO é um trabalho iniciado pelo fotógrafo André Cunha em 2016, quando ele começou sua busca por pessoas vivendo afastadas da sociedade convencional

por Revista FHOX

Quais os caminhos da humanidade? Santuário, exposição que fica em cartaz na Galeria Utópica até 28 julho, revela uma família que se movimenta na contramão do mundo contemporâneo para, simplesmente, permanecer como é; como um dia fomos todos.

SANTUÁRIO é um trabalho iniciado pelo fotógrafo André Cunha em 2016, quando ele começou sua busca por pessoas vivendo afastadas da sociedade convencional. Então, deparou-se com uma família que vive na Região Sul do Brasil, seguindo um modo de vida analógico pouco comum, e encontrou o que buscava: o sagrado no cotidiano, a qualidade dos encontros, a robustez inventiva em elementos simples, a pressa se esvaindo.

De origem alemã, o patriarca chegou ao país em 1994 onde conheceu e se casou com sua companheira brasileira. Os quatro filhos são alfabetizados pelos pais em português e alemão e vão para a escola rural ao completarem seis anos, destacando-se como excelentes alunos.

A família subsiste da agricultura, alheia às comodidades atuais, produzindo seu próprio sustento material e espiritual, calcado em uma vida natural, sustentável e simples, porém repleta de peculiaridades, reflexos de uma proposta alternativa.

Junto a uma atitude desprovida de complexidade, coexiste o que poderíamos chamar de excentricidade, seja por seu visagismo, que foge à estética mais tradicional, ou mesmo por seu modo de vida, descartando as benesses do mundo tecnológico, do qual muitos de nós não conseguimos mais viver à margem.

Dentro do universo retratado, onde muitos enxergariam escassez, André Cunha enxergou potência e beleza. A sensualidade que emana das imagens do dia a dia dessa família nos faz pensar no Amor e na Natureza, as duas energias primordiais que deveriam nortear nossa existência.

Santuário recebeu a Menção Honrosa no ‘Prêmio Brasil Fotografia 2016’. Parte do trabalho foi exposto pela Utópica durante o ‘The Photography Show’ da AIPAD, Nova York, em abril de 2018, quando passou a integrar a ‘The Joe Baio Collection of Photography’, uma das mais importantes coleções privadas de fotografias dos Estados Unidos.

A presente é a primeira exposição do fotógrafo na galeria Utópica em São Paulo. Por ocasião desta, o livro homônimo foi publicado pelo fotógrafo, com realização de Monica Paes – INC_Photography, e o apoio do Instituto Inclusartiz e da Galeria Utópica.

Não deixe de visitar a exposição:

Visitação de 12 de junho a 28 de julho, de terça a sexta, das 11h às 19h. Sábados das 11h às 17h.

Galeria Utópica
Rua Rodésia 26
São Paulo SP
T. 3037-7349
info@utopica.photography
galeriautopica@gmail.com
www.utopica.photography