Exposições 6 meses atrás | Redação

Em tempos de quarentena: visite museus sem sair de casa

Mais do que impacto na saúde, o vírus também afeta diretamente na economia mundial e na difusão da arte e da cultura

por Revista FHOX

Assim como em outros países, o Brasil adotou, nos últimos dias, a quarentena para garantir que o novo coronavírus (Covid-19) não se espalhe rapidamente pelo país. Com isso, diversos eventos, como shows, feiras e exposições estão sendo fechadas ou adiadas até que a situação seja controlada. 

Mais do que impacto na saúde, o vírus também afeta diretamente na economia mundial e na difusão da arte e da cultura. Pensando nisso, separamos algumas sugestões de museus, com exposições permanentes, que você pode visitar sem sair de casa. Confira: 

museus
National Gallery of art – (Katherine Frey/The Washington Post)

Leia também: Coronavírus e o impacto na fotografia 

Pinacoteca di Brera
A Pinacoteca de Brera é o mais importante museu de Milão e é visita obrigatória para os amantes da arte italiana. Abriga um número incrível de artista e obras primas, como a Ceia em Emaus, de Caravaggio, e O Casamento da Virgem, de Rafaello. Há ainda obras de artistas como Mantegna, Tintoretto, Bramantino, Bergognone, Bellini, Luini e Hayez. Visite aqui. 

Galleria degli Uffizi
A Galleria degli Uffizi é um palácio situado em Florença, na Itália. Ele abriga um dos mais antigos e famosos museus do mundo. Dividido em várias salas dispostas por escolas e estilos em ordem cronológica, o museu exibe obras do século XII ao século XVIII, com a melhor coleção do mundo de obras do Renascimento. Visite aqui. 

Musei Vaticani
Os Museus Vaticanos constituem um conglomerado de renomadas instituições culturais da Santa Sé, que abrigam extensas e valiosas coleções de arte e antiguidades colecionadas ao longo dos séculos pelos diversos pontífices romanos. Visite aqui. 

Prado
O Museu do Prado é o mais importante museu da Espanha e um dos mais importantes do mundo. Apresentando belas e preciosas obras de arte, localiza-se em Madrid e foi mandado construir por Carlos III. As obras de construção se estenderam por muitos anos, tendo sido inaugurado somente no reinado de Fernando VII. Visite aqui. 

Louvre
O Museu do Louvre é o maior museu de arte do mundo e um monumento histórico em Paris, França. Um marco central da cidade, está localizado na margem direita do rio Sena, no 1.º arrondissement. Aproximadamente 38.000 objetos, da pré-história ao século XXI, são exibidos em uma área de 72.735 metros quadrados. Em 2017, o Louvre foi o museu de arte mais visitado do mundo, recebendo 8,1 milhões de visitantes. Visite aqui. 

British Museum
O Museu Britânico, localizado em Londres, foi fundado em 7 de junho de 1753. A sua coleção permanente inclui peças como a Pedra de Roseta e os frisos do Partenon de Atenas, conhecidos como a coleção de mármores de Elgin, trazidos ao museu por Lord Elgin. Visite aqui. 

Metropolitan Museum
O Metropolitan Museum of Art (em português: Museu Metropolitano de Arte), conhecido informalmente como The Met, é um museu de arte localizado na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos, sendo um dos mais visitados museus do planeta. Fundado em 13 de abril de 1870, foi aberto ao público em 20 de fevereiro de 1872. Visite aqui.

National Gallery of art

A Galeria Nacional de Arte é um museu de arte, situado no National Mall em Washington D.C., Estados Unidos. Está entre os 10 museus de arte mais visitados do mundo. O museu foi fundado em 1937 por uma acta do Congresso dos Estados Unidos, Andrew W. Mellon doou um fundo para a construção e a sua colecção de arte. Visite aqui.