Exposições 1 ano atrás | Redação

Felipe Fittipaldi apresenta Morada do Caboclo no Rio de Janeiro

Com curadoria de Marco Antonio Portela, a mostra reúne 20 fotografias, entre quadros e impressões em tecido, além de um filme/projeção

por Revista FHOX

A partir do dia 12 de junho, o público poderá conferir a exposição Morada do Caboclo, do fotógrafo Felipe Fittipaldi, do Rio de Janeiro, no Centro Cultural Justiça Federal, localizado na Av. Rio Branco, 241, no Centro do Rio de Janeiro.

Com curadoria de Marco Antonio Portela, a mostra reúne 20 fotografias, entre quadros e impressões em tecido, além de um filme/projeção, que retratam personagens solitários do sertão baiano. A série, premiada Brasil afora, traz à tona a drástica diminuição da população, principalmente nos últimos 50 anos.

Morada do Caboclo
Foto: Felipe Fittipaldi

Morada do Caboclo é um estudo imagético sobre o atual contexto das populações tradicionais do semiárido baiano diante do êxodo juvenil e da modernização, que se materializa no isolamento dos seus membros incapazes de incorporar novas práticas contemporâneas.

A falta de perspectiva e a recém chegada infraestrutura no campo, assim como novas tecnologias, possibilitaram uma transformação cultural profunda. A nova geração, que agora é muito mais conectada a novas referências, tende a migrar em busca de oportunidades longe do isolamento e do trabalho árduo na terra.

Morada do Caboclo,
Foto: Felipe Fittipaldi

Com isso, acontece o esvaziamento populacional. A velha geração que fica, talvez seja a última representante da cultura tradicional, permeando a sobrevivência longe de seus herdeiros que partiram. Nessa dificuldade de convergência entre o antigo e o novo, muitos escolhem permanecer em seus lugares de origem, perpetuando a relação, mesmo que sozinhos, com seu universo físico e simbólico.

Destaque internacional

A série foi premiada na Holanda pelo LensCulture Emerging Talents e chamou a atenção de Katerina Stathopoulou, curadora do MoMA, que selecionou, pelo Life Framer Awards, uma das imagens para exposições em galerias em Tokyo, Nova Iorque e Roma. Além das premiações: Centro Cultural São Paulo, CCSP – Mostra Individual 2017, POY Latam Awards, Paraty em Foco 2017 e Foto em Pauta 2017.

O Fotógrafo

Felipe Fittipaldi teve seu primeiro contato com a fotografia através do avô. Durante a adolescência, morou nos Estados Unidos e lá cursou fotografia no Ensino Médio. Foi aí que aprendeu a fotografar de maneira profissional, revelar e ampliar em laboratório.

Anos depois, formado em Jornalismo, ele seguiu a carreira de imagemaker, porém atuando em cinema e depois em televisão.

A decisão de se tornar fotógrafo freelancer full time veio quando ele conseguiu emplacar uma matéria de 16 páginas na lendária revista National Geographic. Desde então, em sua trajetória, muitas conquistas no meio fotográfico foram alcançadas, revelando o olhar único do jovem fotógrafo.

Serviço: Exposição Morada do Caboclo – 12 de junho, às 19h

Av. Rio Branco 241 – Centro – Rio de Janeiro – Centro Cultural Justiça Federal

Gabinete de Fotografia

Visitação – 13 de junho à 5 de agosto

Terça a domingo, das 12h às 19h