Exposições 4 anos atrás | Redação

Fotógrafo recria arquitetura e sincretismo de Salvador em 70 mil imagens

O resultado pode ser visto na exposição Hiperfoto-Salvador, que está em cartaz de 10 de novembro a 29 de janeiro no MAM-BA

por Revista FHOX

salvadorO fotógrafo francês Jean-François Rauzier chama atenção pare seu trabalho com painéis que chegam a reunir centenas de fotos em uma única imagem através de colagens feitas em computador. Em novembro do ano passado, o fotógrafo clicou, em Salvador, cerca de 10 mil fotos por dia durante uma semana, em novembro do ano passado, gerando um montante de quase 70 mil fotos, aproveitado por completo na exposição gratuita Hiperfoto-Salvador, na Capela do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM).

São 19 painéis que variam entre um e três metros e incluem, além das fotos de Salvador, seis obras que foram expostas em Brasília e no Rio de Janeiro, além das fotos de Salvador, que estão em cartaz de terça a domingo, das 13h às 18h, até 29 de janeiro. Além das três cidades que foram capitais do Brasil, a exposição passa por São Paulo,  a “capital econômica”, em 2018.

>> Verve Galeria recebe primeira mostra individual de Valdeci Ribeiro
>> Projeto Favelagrafia reúne o dia a dia dos moradores de comunidades do Rio de Janeiro

salvador-1Jean-François Rauzier

Passear pelos painéis é sempre uma surpresa. À medida que os detalhes vão se revelando, o espectador reconhece cada pedaço de Salvador, com sua riqueza arquitetônica e até mesmo os defeitos. Uma só imagem, por exemplo, reúne arcos da Avenida Contorno, casarões  da Cidade Baixa  em ruínas, Elevador Lacerda e um senhor lendo sentado perto de grafites coloridos que marcam as ruas da cidade. “Normalmente tento mostrar em uma imagem toda a cidade. Mas em Salvador existia tanto contraste entre o Pelourinho e a Cidade Baixa que eu fiz duas imagens. Não quis juntar as duas porque é interessante ver esse patrimônio. É um testemunho da decadência, mas também adoro. Acho muito artístico e tento fazer o mais bonito que posso”, conta o fotógrafo.

salvador-2Jean-François Rauzier