Exposições 2 anos atrás | Redação

Exposição em homenagem ao Cordão da Bola Preta começa dia 6 de fevereiro

Será a primeira exposição do ano na Sociedade Fluminense de Fotografia, com entrada gratuita, e acontece na Galeria Jayme Moreira de Luna.

por Revista FHOX

Marcio RM irá realizar sua sexagésima segunda exposição individual, de nome É o Bolaque vai acontecer na Sociedade Fluminense de Fotografia em Niterói (RJ), no período de 6 de fevereiro a 3 de março de 2018. Será a sua oitava individual na cidade de Niterói.

A exposição homenageia os 100 anos do Cordão da Bola Preta, apresentando 24 fotos coloridas dos desfiles deste tradicional Cordão nos carnavais de 2012 e 2013. Toninho Machado, presidente da SFF, destaca a importância desta exposição, que inicia o calendário de eventos de 2018:

“Já estamos concluindo a nossa programação de 2018 e o trabalho do Márcio é bem propício para esse período, além de podermos homenagear o mais tradicional bloco de carnaval do Rio de Janeiro em seu centenário”.

Fevereiro de 2012. (Foto: Marcio RM)
Fevereiro de 2012. (Foto: Marcio RM)
Fevereiro de 2012. (Foto: Marcio RM)​
Fevereiro de 2012. (Foto: Marcio RM)​

O Cordão da Bola Preta foi criado em 1918 e desde então abre tradicionalmente nas manhãs de sábado de carnaval os festejos momescos. Segundo conta a lenda, um grupo de boêmios, amantes da boa música e do carnaval se reuniu para fazer um clube carnavalesco. Eles estavam num bar onde hoje é o edifício Avenida Central, quando ao verem passar uma mulher vestida de uma roupa branca com bolas pretas nasceu o nome do bloco.

Milhares de amigos, familiares, pessoas das mais diferentes idades e bairros, além de turistas, acompanham o desfile pelas ruas do centro da cidade. Em 2007 o bloco foi declarado patrimônio cultural carioca, em reconhecimento a sua importância artística e cultural, e é um dos últimos representantes dos antigos cordões carnavalescos da cidade.

Fevereiro de 2012. (Foto: Marcio RM)
Fevereiro de 2012. (Foto: Marcio RM)
Fevereiro de 2012. (Foto: Marcio RM)
Fevereiro de 2012. (Foto: Marcio RM)

De acordo com a Polícia Militar, ao levar aproximadamente 2,5 milhões de pessoas para o centro da cidade do Rio de Janeiro em 2012, o Cordão da Bola Preta quebrou o recorde de público mundial, tomando informalmente o título de maior bloco de carnaval do Galo da Madrugada (Recife/PE). As imagens registradas anualmente pelo fotógrafo desde 2002 serão publicadas posteriormente em um livro de fotografias, com textos de pesquisadores.

Sobre Marcio RM

Marcio é fotógrafo profissional desde 1982, tem fotos veiculadas nas principais publicações brasileiras e trabalhou para as revistas Isto É e Veja e os jornais O Estado de São Paulo, Gazeta Mercantil, Correio Braziliense e Folha de São Paulo, além de empresas como a Petrobras.

Ele vem há vários anos se dedicando a elaboração e execução de projetos documentais, registrando constantemente diferentes festas populares pelo país e divulgando regularmente as imagens produzidas em palestras e exposições.

Já participou de mais de 110 exposições, entre individuais e coletivas pelo Brasil e no exterior (Japão, Catar e Portugal).

As exposições individuais foram realizadas nas cidades do Rio de Janeiro, Niterói, Cabo Frio, Paraty, Rio das Ostras, Duque de Caxias, Três Rios, São João de Meriti, Nova Iguaçu, São Gonçalo, Petrópolis, Teresópolis(RJ), Belém(PA), São Paulo e Aparecida(SP), Porto Alegre(RS), São Luís(MA), Brasília(DF), Aracaju(SE), Tiradentes, Viçosa e Juiz de Fora (MG), Fortaleza(CE), São Félix  e Salvador(BA).

Seu ensaio Banda (sobre a Banda de Ipanema) lhe rendeu a sua primeira exposição individual (na galeria de arte do Centro Cultural Cândido Mendes-Ipanema / 1994), a participação no livro e exposição “Memórias de Ipanema” e a sua escolha como um dos sete fotógrafos brasileiros no Projeto Editorial M.I.L.K. (Nova Zelândia), que selecionou 300 fotógrafos a partir das 40 mil fotos enviadas por 17 mil fotógrafos de 164 países.

Marcio teve 41 fotografias adquiridas pelo colecionador Gilberto Chateaubriand (dono da maior coleção de arte privada do país) para integrar o seu acervo da arte brasileira, que está em comodato no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

O ensaio É o Bola faz parte do Recorte Popular, um mapeamento de festas populares que Marcio está realizando pelo Brasil.

Para conhecer mais sobre o trabalho de Marcio visite o sítio dele, no endereço marciorm.com.br .

SERVIÇO:
Sociedade Fluminense de Fotografia
Período da exposição: 6 de fevereiro a 3 de março de 2018
Rua Doutor Celestino, 115 – Centro Niterói (RJ)
Fone (21) 26201848
Horário de funcionamento / Visitação gratuita
Segunda-feira a sexta-feira das 9 às  20 h
Sábado das 9 às 17 h
Mais informação: Marcio RM, tels.: (21) 2224.6585 e 9929176