Exposições 3 meses atrás | Redação

Exposição no Paço Imperial apresenta projeto da artista visual Claudia Tavares

“Foi no gesto diário de recolher essa umidade tornada água que surge a vontade de umedecer, mesmo que momentaneamente, o sertão seco”

por Revista FHOX

O Paço Imperial abre no dia 15 de dezembro, sábado, 15h, Um jardim em Floresta, exposição de Claudia Tavares, fruto de quatro anos de trabalho da artista que além da mostra, resultou numa tese de doutorado e em um curta metragem homônimos.

A exposição apresenta 43 obras em diversos suportes (fotografias, aquarela, vídeos e objetos) na qual a artista situa-se na travessia entre natureza, paisagem e espaço vivencial.

Um jardim em Floresta parte da observação da artista, de uma umidade que brotava pelas paredes de seu ateliê no bairro de Laranjeiras, Rio de Janeiro, para tentar criar a transposição entre o excesso e a falta.

Assim, a artista resolve levar a água acumulada por aparelhos desumidificadores, em garrafas, para um lugar de absoluta secura, o sertão de Floresta, lugarejo de Pernambuco e lá construir um jardim a ser regado com a água transportada.

Aqui, uma outra etapa do projeto se desenhara na impossibilidade, como perenizar a água coletada? Claudia dedica-se a criar redes de relações entre moradores de Floresta e opta por construir um jardim, um jardim em Floresta. Assim, plantas, mudas, modos de agir locais são colocados em situação. Constrói-se uma cerca de proteção, estimula-se o plantio, e em tudo perpassa a história que tangencia cada muda trocada, doada, cada encontro, cada quintal. A manutenção do jardim transforma-se em relação intersubjetiva, alicerçada por uma troca de conhecimento e pela preservação do desejo. Esta proposta, assim, procura criar itinerários culturais alimentados pela possibilidade de reciprocidade. Claudia Tavares, aqui, nos faz observar a medida de uma ação, a utopia de um gesto, o encanto equivalente entre manutenção e desaparecimento”, diz o pesquisador e crítico de arte  Marcelo Campos, curador da exposição.

Um jardim em Floresta que ganhou o edital do Palácio das Artes, em Belo Horizonte e ficou exposta na capital mineira de abril a julho deste ano ocupará uma galeria no térreo do Paço Imperial até 17 de fevereiro de 2019.   

Serviço: 

Um jardim em Floresta, exposição de Claudia Tavares
Paço Imperial – Praça XV de Novembro, 48, Centro, RJ.
Abertura: sábado, 15 de dezembro, das 15h às 19h
Exposição: de 16 de dezembro a 17 de fevereiro de 2019
De terça a domingo, das 12h às 19h
www.pacoimperial.com.br